Quarta-feira, 7 de Dezembro de 2022
Quarta-feira, 7 de Dezembro de 2022
Publicidade

Carlos Castanheira e Siza Vieira venceram Prémio Arcdhaily 2021. “Este prémio é a confirmação e o reconhecimento da Mestria desta dupla de arquitetos no continente asiático”, afirma o arquiteto oliveirense

O Museu de Arte e Educação de Ningbo, na costa leste da China
O Museu de Arte e Educação de Ningbo, na costa leste da China
Publicidade
O arquiteto oliveirense Carlos Castanheira (lado direito) com o arquiteto Siza Vieira (lado esquerdo)

O arquiteto oliveirense Carlos Castanheira foi co-autor, com o conceituado arquiteto português Álvaro Siza Vieira, do projeto do edifício do Museu de Arte e Educação de Ningbo, no leste da China, e esta quinta-feira, dia 18, ficou-se a saber que esta dupla foi a grande vencedores do Prémio Archdaily, Edifício do ano 2021, na categoria Arquitetura Cultural.

De referir que a Archdaily, é uma conhecida plataforma digital de arquitetura e os vencedores foram escolhidos por votação dos membros registados na plataforma.

Publicidade

Estas não é a primeira vez que Castanheira e Siza Vieira vencem este prémio. Já em 2015 tinham sido galardoados com o Prémio Archdaily – Edifício do Ano na categoria de Edifício de Escritórios com o projeto “Building on the Water”, em Huai´an, também na China.

O projeto do Museu de Arte e Educação de Ningbo, no leste da China era o único finalista português e concorria com outros edifícios culturais, como o Museu Audemars Piguet, em Le Brassus, na Suíça; o centro chinês de Arte de Qujiang, em Xi’an – Shanxi; o edifício Experimenta, em Heilbronn, na Alemanha, e o MEETT – Centro de Congressos e Exposições de Toulouse.

Em comunicado, o atelier Castanheira recorda que o Museu de Arte e Educação foi inaugurado a 21 de novembro de 2020 e afirma que este prémio é a confirmação e o reconhecimento da Mestria desta dupla de arquitetos no continente asiático, confirmando a qualidade da arquitetura portuguesa no âmbito internacional”.

Um outro olivireirense já tinha gritado vitória

Recorde-se que em 2017 os prémios Archdaily distinguiram o Terminal de Cruzeiros do Porto, do arquiteto oliveirense Luís Pedro Silva, na categoria Arquitetura Pública. De referir que o projeto da Praça da Cidade de Oliveira de Azeméis é da autoria deste talentoso arquiteto.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Relacionados

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS