Restaurante O Cantinho do Quim: Onde a cozinha tem segredo

É apreciador de comido no forno a lenha. Este é o local indicado. O Quim da Estação não o vai desiludir se escolher, por exemplo, cabritou ou vitela assada, e a Dona Cândida vai recebê-lo (a) de braços abertos e certificar que nada lhe falta.

0
O cabrito assado no forno é uma especialidade única. Aqui há segredo!

Felizmente que no nosso concelho temos imensos espaços de enorme gabarito em termos gastronómicos que nos surpreendem pela positiva quando nos sentamos à mesa para um almoço ou jantar.

Hoje até podíamos apanhar o Vouguinha para ir almoçar, pois vamos para a zona da estação, mais concretamente ao Cantinho do Quim, também muito conhecido pelo Quim da Estação.

Para nos receber temos a sempre simpática D. Cândida que com o seu sorriso cativa os clientes e amigos. Esta é uma casa familiar onde a Cândida e o Quim são uns excelentes anfitriões.


Os anfitriões Quim e Cândida

O Quim sempre de volta dos tachos e das panelas a fazer coisas boas para plena satisfação dos clientes que na maioria dos casos são também amigos. Uma casa simples com mesas divididas por dois pequenos espaços, sendo que um deles é uma subcave acolhedora e a outra parte junto à cozinha.

O espaço é dividido em duas partes. A sala principal e a subcave acolhedora

A ementa é sempre tentadora pois o Quim é um “chefe” que prima pela qualidade em tudo o que cozinha.

Se encomendar com tempo pode ter a sorte de comer uma rojoada à moda antiga de porco caseiro, servido com sangue salteado com alho e umas batatas alouradas servidas junto aos rojões. Também por encomenda pode comer um frango caseiro estufado com ervilhas ou mesmo assado no forno.

Se quiser comer peixe tem sempre bacalhau ou polvo à lagareiro acompanhado com batata a murro e azeite fervido sempre no ponto. Excelente é também o cozido à portuguesa, com carnes nobres e bons enchidos para além dos legumes sempre frescos.

Aspeto do cozido à portuguesa n’ O Cantinho do Quim. Irresistível.

No forno a lenha saem coisas fantásticas das quais recomendo a vitela ou o cabrito assado, que são as grandes especialidades da casa. Aqui a satisfação é garantida.

O Quim também prepara um bom arroz de febras superiormente temperado com vinho que lhe dá um sabor especial e único.

Por falar em vinho, n’ O Cantinho do Quim também há chanfana à moda da Bairrada. Tem igualmente com um sabor inconfundível uma feijoada ou umas tripas à moda do Porto.

Este é um espaço despretensioso onde o segredo está bem guardado na cozinha e nas mãos do Quim que com bons ingredientes (caseiros) faz autênticas maravilhas de sabor excelente e assim cativa os clientes e amigos.

Para sobremesa recomendo um leite-creme caseiro ou uma fatia de queijo acompanhada de boa marmelada.

Tendo em conta o espaço ser reduzido, a D. Cândida recebe muitos telefonemas a encomendarem as refeições. O take-away , que funciona na janela do restaurante, é uma excelente opção sendo muito solicitado ao domingo à hora de almoço.

Tem diárias a muito bom preço ao almoço e neste espaço cruzam-se pessoas de todas classes sociais.

Nem sempre é fácil estacionar, pois o largo da estação está muitas vezes repleta de automóveis, mas merece uma visita mesmo que se tenha que andar um bocadinho a pé. Convém marcar mesa e perguntar à D. Cândida o que está o Quim a preparar na cozinha e nessa altura já se encomenda a refeição.

Tem bom vinho de várias regiões demarcadas. A oferta não é muito extensa mas de qualidade e preços recomendáveis.

O Cantinho do Quim vale muito pela qualidade da sua cozinha e pela simpatia dos responsáveis, isto porque o Quim e a Cândida são excelentes na arte do bem receber. Não hesite e vá lá experimentar, até pode ir de Vouguinha e tenho a certeza que não se vai arrepender.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui