Terça-feira, 21 de Maio de 2024
Terça-feira, 21 de Maio de 2024

União das Freguesias de Oliveira de Azeméis recomenda horário condicionado para transportes de mercadorias no centro da cidade

> Nova avenida que está a ser construída no centro da cidade permitirá circulação de transportes pesados com mais de 3,5 toneladas.

A nova avenida que está a nascer no centro da cidade, com financiamento do promotor imobiliário associado ao supermercado Mercadona, irá permitir a circulação de transportes pesados com mais de 3,5 toneladas. O ponto foi discutido e aprovado na última Assembleia da União das Freguesias de Oliveira de Azeméis, Santiago de Riba-Ul, Ul, Macinhata da Seixa e Madaíl. Desta reunião saiu uma recomendação para ao executivo camarário: que as cargas e descargas nas superfícies comerciais naquela zona seja condicionado.

A proposta foi avançada pelos membros da bancada do Partido Socialista. “Para evitar um grande congestionamento de trânsito, o horário de cargas e descargas dos transportes pesados nesta zona deveria ser condicionado a um período no início do dia, ou no final do dia. Também se deveria proibir a circulação de transportes pesados com reboque devido às características da via”, sustentaram os socialistas.

Publicidade

O presidente da União das Freguesias de Oliveira de Azeméis, Manuel Alberto, considerou que fazia sentido remeter estas considerações ao executivo camarário, que também irá discutir em breve o assunto.

PSD contra trânsito de pesados

O líder da bancada social-democrata, Rui Lopes, sublinhou ser contra a permissão trânsito de transportes de pesado no centro da cidade. “Numa altura em que a tendência é o de retirar trânsito dos centros das cidades, nós estamos a aprovar que haja mais uma via com trânsito pesado”, começou por dizer.

“Não me vou alongar sobre a minha opinião da construção de uma grande superfície no centro da cidade, mas irá provocar maior volume de trânsito no centro da cidade. O condicionamento de horário do trânsito pesado pode atenuar os já prevísseis problemas de tráfego em hora de ponta”, conclui.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Leia também

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS