Segunda-feira, 3 de Outubro de 2022
Segunda-feira, 3 de Outubro de 2022
Publicidade

O presidente-treinador que levou o FC Pinheirense à Divisão de Elite de Aveiro

Caso raro. Vítor Costa despediu o treinador do clube à segunda jornada, com duas derrotas acumuladas. Dos 17 jogos que orientou apenas perdeu um jogo, e levou o clube à subida de  divisão… 14 anos depois. 

14 anos depois o FC Pinheirense volta a ascender à principal divisão da Associação de Futebol de Aveiro. E no início da época nada fazia prever este desfecho. O técnico que começou a época, Alexandre Ferreira, teve um mau começo, acumulando duas derrotas em dois jogos – na primeira jornada contra o AD Valonguense por 2-1, e na segunda jornada contra o AD Valecambrense, em casa, por 3-1. 

Publicidade

O presidente Vítor Silva acabou por despedir o técnico ao final de duas jornadas, que assumiu não ter capacidade para gerir a equipa, e assumir o comando técnivo como já tinha acontecido em outras épocas. A terceira jornada também não correu de feição: o Pinheirense perdia contra o Macieira de Cambra por 3-2. Mas a partir daí foi sempre a somar pontos até a penúltima jornada do campeonato que ditou a subida de divisão, ao ter conseguido o empate (1-1), em casa, já praticamente no final do jogo (87’) contra o Calvão num jogo de nervos. O Pinheirense esteve em desvantagem, mas as intervenções do presidente acabaram por chamar os jogadores à ação, que desde o início do jogo só pensavam na festa da subida.  

Vítor Costa assume que quando assumiu o comando técnico, a ideia era ser uma solução transitória e que o objetivo seria assegurar a permanência. Resultado final: Vitor Costa assumiu o papel de treinador até ao fim, e conseguiu a subida de divisão. O segredo maior nesta caminha, considera o presidente-treinador, está na competência na gestão de balneário e de jovens jogadores, e de todos saberem separarem as águas. Dentro do balneário quem manda é o treinador. Da porta do balneário para fora voltam a ser todos iguais.    

O PLANTEL DO FC PINHEIRENSE

#2- André Carvalho (defesa) 

#3 – Luis Almeida (defesa)

#4 – Jhonatan Santos (defesa)

#5 – Francisco Padinha (defesa)

#7 – Rafael Soares (médio)

#8 – João Costeira (médio)

10- João Marques (avançado)

#13 – João Silva (médio)

#15 – Diogo Velhas (médio)

#17– Ata Camala (avançado)

#19 – João Oliveira  (médio)

#20 – Thiago Silva (avançado)

#21 – Bruno Oliveira (avançado)

#46 – Mário Cardoso (avançado)

#70 – Fábio Nunes (médio)

#77 – Fábio Pereira (médio)

#81 – Diogo Matos (guarda-redes)

#99 – José Rodrigues (guarda-redes)

___________

OS NÚMEROS DO FC PINHEIRENSE

10

Número de golos do melhor marcador da equipa, Mário Cardoso

16

Número de jogos consecutivos sem derrotas do FC Pinheirense  até ao momento

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Relacionados

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS