Terça-feira, 27 de Setembro de 2022
Terça-feira, 27 de Setembro de 2022
Publicidade

Detido suspeito de ter ateado fogo no Pinheiro da Bemposta

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem suspeito de ter ateado na quarta-feira um incêndio florestal em Oliveira de Azeméis, que depois alastrou aos concelhos de Estarreja e Albergaria, no distrito de Aveiro, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a PJ esclareceu que o suspeito, de 39 anos, foi detido na segunda-feira, fora de flagrante delito, com a colaboração do Grupo de Trabalho para a Redução de Ignições em Espaço Rural – Zona Norte.

Publicidade

“O incêndio, ocorrido no passado dia 13 de julho, terá sido provocado com recurso a rastilhos efetuados pelo autor, em locais de grandes manchas florestais, colocando ainda em perigo aglomerados populacionais e várias infraestruturas, tendo consumido uma área considerável de cerca de 2.500 hectares”, referiu a PJ.

Ainda de acordo com a Judiciária, o homem é também suspeito de ter ateado outros incêndios que se registaram em datas e locais próximos e que estão em investigação.

O incêndio que deflagrou cerca das 13h00 na quarta-feira, no lugar da Senhora da Ribeira, na freguesia de Pinheiro da Bemposta, em Oliveira de Azeméis, chegou a ser combatido por mais de 450 operacionais, com a ajuda de vários meios aéreos, tendo sido dado como dominado pelas 20h00 de quinta-feira.

O fogo destruiu uma “pequena serralharia familiar”, uma empresa de ‘pellets’, bem como o respetivo ‘stock’, e uma casa devoluta.

As autoestradas A1, A29, A25 e o Itinerário Complementar 2 (IC2) chegaram a estar cortadas durante várias horas devido ao incêndio.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Relacionados

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS