Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2024
Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2024

Banda de Música de Loureiro angaria fundos para viagem aos Açores e tem novos músicos

> A deslocação ao arquipélago dos Açores será um dos pontos altos do ano de 2023 da banda. Está agendada para entre os dias 14 e 20 de agosto.

A direção da Banda de Música de Loureiro encontra-se a angariar fundos para a deslocação aos Açores agendado para entre os dias 14 e 20 de agosto. Será necessário um investimento avultado para a realização desta viagem, uma vez que a banda tem mais de meia centena de músicos em atividade. A procura de fundos, avança o presidente Manuel Terra, já começou com a abordagem às empresas com sede na freguesia.

Esta deslocação será um dos pontos altos das atividades de 2023 da Banda de Música de Loureiro, que já não faz uma deslocação para fora do território continental há mais de uma década. “É um momento que marcará a memória de todos os elementos da Banda de Música de Loureiro”, afirma o dirigente.

Publicidade

Durante este ano de 2023 a coletividade já teve várias atividades. A última foi na comemoração do 49.º aniversário do 25 de Abril em Loureiro num espetáculo em conjunto com o Orfeão de Loureiro na Igreja Matriz da freguesia [ver página 9]. O primeiro espetáculo do ano aconteceu no  início do mês de março com a apresentação da temporada e dos três novos músicos que entraram na Banda de Música de Loureiro.

Quem são os  três novos elementos

AFONSO VALENTE 

Tem 14 anos, é filho de Carlos Manuel Oliveira Valente e de Carla Cristina Tavares Oliveira e frequenta o 8º ano na EB23 D. Frei Caetano Brandão. O seu instrumento de eleição é a bateria. Desde muito novo que o som da bateria lhe desperta a atenção. Entrou para a Escola de Música para a classe da professora Anabela e aprendeu a tocar caixa com o professor Rogério, professores com os quais adorou aprender. Teve aulas também com a professora Diana e com o professor Filipe, com os quais ainda hoje estuda. Passou alguns momentos de ansiedade até saber da sua entrada na BML. Diz que está bastante contente e espera estar a altura do desafio. Em todo este percurso contou sempre com o apoio incondicional da família, que está muito contente por ver na banda um seguidor do seu bisavô materno, o Sr. Carlos Tavares (ex-músico da BML e seu fervoroso adepto). 

HUGO VIEIRA

Tem 13 anos, é filho de Eduardo Fernando Bastos Vieira (ex-músico BML) e de Rita Eduarda Borges Matos e frequenta o 7º ano, na EB23 Professor Dr. Egas Moniz, em Avanca. Vem juntar-se à sua irmã, a nossa trompista Maria Inês Matos Vieira. O instrumento eleito foi o trombone. Desde o dia em que acompanhou o pai a uma loja de instrumentos musicais e viu um trombone azul, que vive fascinado com este instrumento. Iniciou os seus estudos com seis anos na classe da professora Anabela que, segundo ele, é sempre bem-disposta e brincalhona, mas muito exigente. Após algum tempo começou a estudar trombone “azul” com o professor Rafael Soares que, para ele, é um professor muito fixe e leva o trabalho muito a sério. O Hugo diz que é muito bom ter entrado na banda, que exigiu muito trabalho, empenho e estudo, e que agora o novo desafio é “ajudar a banda a melhorar a sua qualidade”. A família foi a primeira a incentivar a sua entrada, principalmente o Pai. Está feliz por “fazer companhia à mana” e por a mãe estar sempre dedicada e pronta a acompanha-los em tudo. 

LUÍS LOPES MARINHO 

Tem 15 anos, é filho de José António da Silva Marinho e de Maria da Ascensão Carreira Lopes, frequenta o 10º ano na escola Básica e Secundária Soares de Basto, em Oliveira de Azeméis. O instrumento eleito foi o saxofone porque gosta muito do som e do seu aspeto. Entrou para a escola sem saber nada de música e, desde então, tem aprendido e desenvolvido muito o gosto pela mesma. Sobre os seus professores diz: “São almas providas de uma paciência inesgotável”. São muito simpáticos e tem muito gosto em tê-los como os seus professores. Ficou muito contente por ter entrado na BML e muito orgulhoso de si mesmo por ter conseguido estar à altura deste desafio. Tem na família o seu pilar que o apoia em tudo sempre que precisa. 

Afonsol Valente, Hugo Vieira, e Luís Lopes Marinho
Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Leia também

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS