Os irmãos mais velhos do mundo são de Santa Maria da Feira. Albano e Alberto têm 111 e 109 anos

Albano e Alberto surgem no livro de recordes do Guiness como os dois irmãos mais velhos do mundo.

1
© Reprodução Youtube/ Guinness World Records

Há dois habitantes de Santa Maria da Feira que, com 111 e 109 anos de idade, são “os irmãos mais velhos do mundo” e “ainda leem o jornal todos os dias“, um recorde mundial que mereceu um louvor por parte da Assembleia Municipal de Santa Maria da Feira. A descrição é do presidente da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, Emídio Sousa, que, revelando que a iniciativa partiu da estrutura local do CDS-PP, reconhece que os dois munícipes da freguesia de São Miguel do Souto têm “uma longevidade impressionante”, e antecipa que o voto de louvor a analisar no sábado “será certamente aprovado por maioria ou unanimidade”, até porque os deputados do PSD são os que predominam na Assembleia.

“Os dois homenageados chamam-se Albano e Alberto Andrade, e é um motivo de grande satisfação podermos celebrar ainda em vida o percurso destes dois feirenses, que, pelas indicações que temos, são os dois irmãos mais velhos do mundo”, declarou à Lusa o presidente da Câmara.

O facto foi reconhecido pelo Guiness World of Records, que regista recordes mundiais em vários domínios e já em 2019 destacava o mérito dos dois portugueses.

“Irmãos com idade cumulativa de 216 anos são os mais velhos do mundo”, anunciava então esse organismo internacional, justificando o recorde que, na sua versão atualizada, já representa uma soma de 220 anos. Essa entidade comparava que a idade combinada dos dois irmãos envolvia um período de tempo “mais longo do que aquele de que Saturno e Neptuno juntos precisam para completar uma órbita em torno do sol”.

Albano Andrade nasceu a 14 de dezembro de 1909 e Alberto a 02 de dezembro de 1911. Emídio Sousa conhece-os pessoalmente, afirma que “ainda estão lúcidos e bem-dispostos” e recorda que, no seu período de atividade profissional, ambos geriam “um alambique de bagaço, o que sempre lhes deu umas boas histórias para contar”.

Ângelo Santos, deputado do CDS-PP na Assembleia Municipal, destaca outras perspetivas sobre os dois irmãos: “Contribuíram muito para a freguesia e são pessoas respeitadas e de referência, sendo empreendedores na área agrícola e comercial, e apaixonados pela atividade cultural, [em particular] a música, já que, em família, formaram uma banda com saxofones e violinos”.

Albano tocava violino e saxofone, enquanto Alberto se focou apenas no instrumento de sopro e chegou a lecioná-lo na banda de Souto. Ambos deram concertos em diversos pontos do país durante a sua juventude.

Fonte da família conta que os dois irmãos sempre se disseram “muito amigos um do outro” e defendem que o truque para uma vida longa é “não comer demais” nem exagerar em bebidas alcoólicas. “Portem-se bem!” foi outra recomendação que deixaram aos seguidores do Guiness em 2019.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui