Quinta-feira, 1 de Dezembro de 2022
Quinta-feira, 1 de Dezembro de 2022
Publicidade

Faleceu Henrique Vieira, o ex-treinador da UD Oliveirense que fez acreditar que era possível atingir o topo

Ícone do basquetebol português, foi um dos responsáveis pelo crescimento da modalidade na UD Oliveirense na década de 90.
Publicidade

Henrique Vieira, ícone do basquetebol português, durante anos uma das principais referências do basquetebol português, faleceu hoje, segunda-feira, dia 4, aos 65 anos. Foi uma das personalidades mais marcantes do basquetebol da UD Oliveirense. Assinou pelo clube de Oliveira de Azeméis a meio da década de 90 e foi ele que começou o caminho de fazer acreditar que era possível atingir o topo do basquetebol português.

São memoráveis as finais da Liga de Clubes de Basquetebol contra o FC Porto (1996/1997) e a Portugal Telecom (2001/2002, 2002/2003, 2003/2004). Foi nesse momento que o basquetebol português começou a render-se à equipa de Oliveira de Azeméis, e a conhecer a fibra dos adeptos oliveirenses que criaram (tal como nos dias de hoje) uma atmosfera única no pavilhão Dr. Salvador Machado.

Publicidade
A segunda equipas orientada por Henrique Vieira na União Desportiva Oliveirense. Nesta equipa já está o jogador Rui Santos (#12) que “roubou” o primeiro título à UD Oliveirense a favor do FC Porto (época 1996/1997)

Foi Henrique Vieira que trouxe os primeiros títulos de basquetebol para o clube. Na época 2002/2003 venceu a Taça da Liga ao derrotar a Portugal Telecom, e ergueu também a Taça de Portugal ao vencer na final oCAB Madeira. Na época 2005/2006, a UD Oliveirense voltou a ganhar a Taça da Liga (Troféu Manuel Castelbranco) depois de vencer, na final, a AD Ovarense.

Hermínio Loureiro, ex-diretor da equipa de basquetebol da UD Oliveirense, foi um dos responsáveis pela contratação de Henrique Vieira. Na hora da partida do treinador recorda esse momento. “Não foi fácil convencer o Henrique a mudar de Lisboa para Oliveira de Azeméis. Numa primeira fase veio sozinho e só mais tarde veio a família que se adaptou facilmente à cidade onde ainda hoje tem amigos. Guardo memórias fantásticas do Henrique Vieira enquanto treinador da Oliveirense”, revela.

Sobre o perfil de Henrique Vieira, Hermínio Loureiro destaca: “Um profundo conhecedor do jogo e um estudioso do treino. Uma pessoa fascinante e um bom contador de histórias. Um homem de família muito respeitador que facilmente fazia amigos onde chegava. Adorava ganhar, lidava mal com as derrotas, mas nunca ultrapassava os limites”.

“Vamos sempre recordar-te em Oliveira de Azeméis e na Oliveirense , pois deste muitas alegrias aos adeptos e apaixonados do basquetebol na cidade que ama verdadeiramente a modalidade. Ficam as memórias“, termina o ex-dirigente na sua mensagem publicada nas redes sociais.

A Federação Portuguesa de Basquetebol (FPB) declarou-se de luto, pela morte de Henrique Vieira, homenageando-o com um minuto de silêncio no jogo de hoje da seleção portuguesa frente a Montenegro, de qualificação para o Mundial2023, em Odivelas, a partir das 19h00.

Publicidade
Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Relacionados

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS