Sexta-feira, 19 de Julho de 2024
Sexta-feira, 19 de Julho de 2024

Cruz Vermelha de Cucujães assumirá gestão do Albergue Municipal de Peregrinos

> A abertura do Albergue Municipal de Peregrinos tem vindo a ser consecutivamente adiada desde o ano passado. Neste mês de junho terminam os prazos anunciados, mas ainda não data prevista par a sua inauguração.

O Albergue Municipal de Peregrinos instalado na estação ferroviária da Linha do Vouga, em Couto de Cucujães, e que ainda não tem data para a sua inauguração, ficará sob gestão da Cruz Vermelha de Cucujães.

A delegação de Cucujães da Cruz Vermelha Portuguesa demonstrou vontade de utilizar este espaço para as atividades assistenciais que há longos anos presta na zona a quem percorre os caminhos de Fátima e de Santiago de Compostela. A Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, que tem a subconcessão de uso privativo, incluindo do terreno envolvente, por acordo com a IP Património (grupo Infraestruturas de Portugal), deliberou, corresponder positivamente ao pedido. 

Publicidade

Além da cedência do edifício, serão acautelados eventuais encargos que resultarem do funcionamento do albergue, nomeadamente de manutenção. 

“Mais do ninguém, interessa à Câmara Municipal que o espaço, agora requalificado, cumpra bem a sua missão e tenhamos efetivamente aqui um equipamento de apoio aos peregrinos”, referiu o líder da edilidade, Joaquim Jorge em reunião de executivo, lembrando que também será possível angariar algumas receitas das estadias e da venda de merchandising.

Esta será a parte interior do Albergue do Apeadeiro, em Cucujães

Adiamentos em série

Esta resposta representa um investimento de 194 mil euros. O imóvel que ocupa uma área de 240 metros quadrados distribuídos por dois pisos, pelo terreno envolvente, recebeu novas instalações de água e saneamento, além de dormitório. O equipamento vai disponibilizar uma cozinha com o básico para utilização dos viajantes e uma área museológica. A zona exterior terá estacionamento e um jardim renovado.

Apesar de ser conhecido como Albergue do Peregrino, o projeto foi dominado como Albergue do Apeadeiro, e desde o início do ano passado que a autarquia tem repetido que a obra se encontra na fase inicial.

No início deste ano, o presidente da autarquia, Joaquim Jorge, garantiu que a obra estar concluída no primeiro trimestre de 2024, e o presidente da Junta de Freguesia de Cucujães, Simão Godinho, afirmou que seria no primeiro semestre.

Chegado ao mês de junho, pode-se dizer que o equipamento não foi inaugurado no primeiro trimestre, e é bastante provável que o não seja inaugurado no primeiro semestre. A autarquia diz que para que a obra esteja concluída falta a ligação elétrica bem como os elementos decorativos para o seu interior, já o presidente da Junta de Freguesia de Cucujães referir problemas com as obras de saneamento, sem adiantar mais pormenores, em recente reunião da Assembleia de Freguesia de Cucujães.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Leia também

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS