AZEMAD cria três hectares de área florestal na cidade

Está a nascer um novo pulmão verde na cidade de Oliveira de Azeméis. Empresa liderada por Paulo Martins já plantou 700 árvores, entre castanheiros, cerejeiras, e nogueiras.

0
A nova entrada da AZEMAD

Nos próximos dois meses a entrada dos veículos pesados na AZEMAD, empresa especializada em madeira, situada no Parque de La Salette, em Oliveira de Azeméis, passará a ser feito pela acessibilidade que está perto de ser concretizada a nascente da empresa e que assim passa a ligar à Estrada Nacional 224, ficando mais perto da A32. A entrada já está concluída, e agora só falta concluir o alcatroamento que liga a nova entrada aos armazéns da fábrica. Neste momento a empresa oliveirense já tem luz verde para terminar a obra uma vez que a Assembleia Municipal de Oliveira de Azeméis reconheceu, na última reunião, o interesse público deste investimento. Com este investimento, a empresa liderada por Paulo Martins consegue concretizar dois objetivos: o primeiro, de sérviço público, que é o de retirar o trânsito pesado do centro da cidade e do interior do Parque de La Salette, e o segundo prende-se com o concretizar de um sonho: irá criar e dar vida a uma área florestal de três hectares.

Publicidade

“Este projeto nasce de um sonho. Nós tínhamos um terreno nas traseiras da nossa fábrica e eu imaginava sempre que deveria fazer ali um exemplo que nos destacasse da concorrência e surgiu a possibilidade de comprar dois hectares à Quinta do Covo, que desanexou dois hectares a nosso favor e transformamos ali dois interesses para empresa, e julgo para a cidade. Estamos a mudar a frente da fábrica para uma zona onde vai permitir que o tráfego de pesados não atravesse a cidade, acho que que isso é de interesse público, mas também juntei a prática ambiental, que era o meu sonho, que era transformar uma zona florestal exemplar”, conta Paulo Martins em declarações ao Azeméis.Net.

Daqui a dez anos o empresário pretende que todas as pessoas que visitam a fábrica vejam que existe ali uma pequeno laboratório, demonstrando a todas as pessoas que estão ligadas à floresta que poderá ser muito mais rentável plantar árvores de qualidade do que eucaliptos, uma vez que acaba por ser gerado um valor acrescentado às plantações.

No total estão distribuídas perto de 700 árvores, entre carvalhos, cerejeiras e castanheiros, pelos três hectares de terreno. No último ano foram plantadas perto de 100 árvores. Este espaço passará a ser uma das “bandeiras” da AZEMAD das próximas feiras internacionais em que estiverem presentes. Paulo Martins pretende destacar-se da concorrência como uma empresa com consciência ambiental e que, como consequência, é amiga do ambiente.

Publicidade
Este é o aspeto parcial da área florestal nas traseiras da Azemad, que passará em breve a ser a frente de fábrica. Foram plantadas 100 árvores recentemente neste terreno

Este sonho de Paulo Martins em construir uma área florestal, é também uma maneira de homenagear o pai, António Martins, o fundador da empresa Arte em Madeira, em 1966, que depois se transformou em Azemad. A consciência ambiental sempre foi algo muito importante na vida dos dois. Ao longo dos próximos tempos serão plantadas mais árvores no terreno, uma vez que Paulo Martins e o pai combinaram um determinado rácio entre número de trabalhadores e árvores plantadas.

AZEMÉIS.NET é o jornal online de Oliveira de Azeméis (criado em agosto de 2019) pensado em promover o que de melhor se faz no concelho. É um projeto que olha para o território, e a nossa gente, pela positiva e que quer puxar pelo orgulho oliveirense. Procuraremos ser a pegada digital para demonstrar que Azeméis é realmente vida... e que somos vivos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui