Obras na Casa das Heras, no Parque de La Salette, atrasadas devido a doença do empreiteiro

As obras de requalificação da Casa das Heras, onde será instalada a futura Casa Municipal da Proteção Civil de Oliveira de Azeméis, deveriam ter sido concluídas no final do ano passado.

0

O contrato da empreitada das obras para a requalificação da Casa das Heras, no Parque de La Salette, assinado em maio de 2020 tinha um prazo de execução de 180 dias, ou seja, seis meses, e um valor do preço da empreitada de € 165.804,72 (acrescido de IVA). Estamos em fevereiro, e agora sabe-se que não há uma data definida para a entrega da obra em causa, devido a problemas de saúde do empreiteiro.

Publicidade

“Só faltam os acabamentos, mas a obra está atrasada por problemas de saúde do empreiteiro”, revela ao Azeméis.Net Manuel Alberto Pereira, o presidente da União de Freguesias de Oliveira de Azeméis, Santiago de Riba-Ul, Ul, Madaíl e Macinhata da Seixa, que tem também acompanhado este processo.

O momento da assinatura da empreitada da requalificação da Casa das Heras entre o município e a empresa vencedora da obra

O atraso destas obras provoca implicações no desenvolvimento de todo o processo na criação da Casa Municipal de Proteção Civil, que ocupará o edifício da antiga Casa das Heras, tal como o Azeméis.Net avançou no início do mês de maio, e o presidente da Câmara Municipal confirmou no início de julho (ver aqui).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui