Terça-feira, 26 de Setembro de 2023
Terça-feira, 26 de Setembro de 2023

Músicos de Oliveira de Azeméis brilharam no maior concurso de sopros do país

> Entre as mais de três centenas de músicos de cinco nacionalidades (portuguesa, espanhola venezuelana, brasileira e japonesa) que participaram na 15.º Concurso Internacional de Instrumento de Sopros estiveram 23 participantes do concelho. Três deles arrecadaram prémios.

O Concurso Internacional de Instrumentos de Sopro regressou à cidade três anos depois de uma paragem forçada devido à pandemia provocada pelo vírus covid-19. O palco da 15.ª edição do certame foi o renovado Teatro Municipal de Oliveira de Azeméis que decorreu entre os dias 3 e 8 de julho. Durante uma semana passaram por Oliveira de Azeméis mais de três centenas de músicos provenientes de Portugal, Espanha, Brasil, Japão e Venezuela,  “participação que reflete o extraordinário trabalho empreendido ao longo dos últimos 15 anos para projetar a importância do concelho ao nível musical”, destaca a autarquia. Criado em 2006, o certame tem vindo a assumir cada vez mais o estatuto do maior concurso de sopro do país.

A abertura da cerimónia final do 15.º Concurso Internacional de Instrumento de Sopro esteve a cargo da Banda de Música de Santiago de Riba-Ul

Oliveira de Azeméis foi palco de verdadeiros momentos de excelência musical. Os participantes demonstraram virtuosismo, paixão e uma entrega emocional e artística de elevada qualidade, contribuindo para o enriquecimento e projeção deste evento além-fronteiras. A  cerimónia de encerramento reuniu os participantes, as famílias e a comunidade oliveirense e que abriu com a extraordinária interpretação da tricentenária Banda de Música de Santiago de Riba-Ul.

Publicidade

Das mais de três centenas de participantes, 23 músicos pertenciam a bandas do concelho de Oliveira de Azeméis, sendo que a Academia de Música de Oliveira de Azeméis foi a mais representativa neste concurso (12 elementos). E houve três músicos do concelho que foram premiados. João Paulo Tavares Tavares, da Banda de Música de Santiago de Riba-Ul, arrecadou o primeiro prémio de Saxofone no escalão juvenil; Rita Conceição Neves, da Academia de Música de Oliveira de Azeméis e também aluna na Banda de Música de Santiago de Riba-Ul, arrecadou o 3.º lugar em Flauta Transversal no escalão infantil; e Tiago Dias, aluno da AMOA e da Banda de Música de Música de Carregosa, que obteve o terceiro lugar de Clarinete no escalão infantil. Destaque ainda para a conquista de Ema Ferreira Silva, natural de Oliveira de Azeméis, que ficou em terceiro lugar de Oboé, no escalão sénior.  

No final da gala foram divulgados os vencedores do prémio Maria Aldina Fernandes Valente, atribuídos a Beatriz Tavares Ribeiro (classe madeiras) e a Rodrigo Ferreira Gomes (classe metais), um prémio monetário correspondente a 750 euros para cada premiado. Este prémio é atribuído ao concorrente mais velho, em idade, que obteve um primeiro lugar na classificação, o que demonstra que a música atravessa todas as idades e pode acompanhar o intérprete ao longo de toda uma vida de entrega e dedicação à sua arte.

No final do certame foram também revelados os vencedores do prémio Maria Aldina Fernandes Valente, benemérita que esteve representada esta edição pelo marido, o Comendador António da Silva Rodrigues

Ainda antes de se fecharem as cortinas do 15.º Concurso Internacional de Instrumentos de Sopro Eduardo Pereira, presidente da Academia de Música de Oliveira de Azeméis, agradeceu “o apoio da câmara municipal e o voto de confiança para a organização deste concurso, e elogiou o trabalho da vasta equipa liderada pelo diretor pedagógico Prof. Manuel Silva que deu o corpo ao manifesto para garantir, uma vez mais, o sucesso da iniciativa”.

Joaquim Jorge, presidente da câmara municipal, referiu que “a realização de um evento com estas características representa a valorização local, nacional e internacional da cultura musical que se vive no concelho. Temos formação ao mais alto nível na nossa academia de música, nas escolas de música concelhias e nas seis bandas filarmónicas que tanto nos orgulham”. Concluindo ainda que “a cultura é um pilar fundamental da nossa sociedade e que continuará a promover e incentivar também a música e a arte em todas as suas formas, criando oportunidades para que mais talentos possam florescer e encantar o mundo”.

____
A lista de premiados

ESCALÃO INFANTIL

FLAUTA TRANSVERSAL

1º – Matilde Conde da Silva Carolino

2º – Raquel Leonor Soares Oliveira

3º – Rita Conceição Neves

OBOÉ

1º – Matilde Dias Oliveira

CLARINETE

1º – Mariana Santos Gonçalves

2º – Marcelo Vieira Patrão

3º – Tiago Henrique Pinho Dias

SAXOFONE

1º – Tiago Miguel Cardoso Madureira

FAGOTE

1º – Ivan Vasilyevitsh Suprunov

TROMPETE

1º – Maria Inês Barbosa Moreira

TROMPA

1º – Lugar Gustavo Ferreira de Melo

TROMBONE

1º – João Tomé Cachuco Ferreira

BOMBARDINO

1º – Rafael Costa Santos

ESCALÃO JUVENIL

FLAUTA TRANSVERSAL

1º – Leonor Magalhães Silva

OBOÉ

1º – Joana Araújo Lima

CLARINETE

1º – Duarte Alexandre Ferreira Carvalho

SAXOFONE

1º – João Paulo Costa Tavares e Carolina da Costa Cristino (ex aequo)         

FAGOTE

1º – Miguel Maria Lucas Arcanjo

TROMPETE

1º – Filipa Morgana Rebelo Rodrigues

TROMPA

1º – Gustavo Pereira Marques

TROMBONE

1º – Maria Francisca Amorim Roriz

BOMBARDINO

1º – António Medina Duarte Vaz Ferreira

TUBA

1º – Tomás de Azevedo Sousa Rodrigues

ESCALÃO JÚNIOR

FLAUTA TRANSVERSAL

1º – Leonor Dias Soares

OBOÉ

1º – Miguel Henrique Tallone Flecha

CLARINETE

1º –  Estela Rodríguez Rodríguez e Tiago Jordão Pereira (ex aequo)

SAXOFONE

1º – Gustavo Filipe Fernandes Santos e Pedro Miguel Sousa Almeida (ex aequo 

2º – Candela Teijeira Pérez

3º – Joana Mateus Ferreira

FAGOTE

1º – Beatriz Gomes Fernandes

TROMPETE

1º – Tiago Batista Melo

TROMPA

1º – Afonso Albuquerque Teixeira Lopes e Sara Isabel Silva Ferreira da Costa (ex aequo)

TROMBONE

1º – Amadeu Duarte Gomes Félix e João Fausto Gouveia Borges (ex aequo)

BOMBARDINO

1º – Francisco Pires Nogueira

TUBA

1º – Guilherme Ribeiro Silva Marques

ESCALÃO SÉNIOR

FLAUTA TRANSVERSAL

1º Lugar – Beatriz Tavares Ribeiro e Matilde Oliveira Bernardo (ex aequo )

OBOÉ

1º – Valentina Marques Azevedo

2º – Sara Raquel Freitas Neves

3º – Ema Ferreira Silva

CLARINETE

1º – Tiago Agostinho Maia Gonçalves

SAXOFONE

1º – André Rodrigues Monteiro

FAGOTE

1º – Carlos Eduardo Marques Soares

TROMPETE

1º – Rodrigo Ferreira Gomes

TROMPA

1º – Vasco Manuel Almeida Gonçalves

TROMBONE

1º – Pedro Alexandre Teixeira Cardoso

BOMBARDINO

1º – José Pedro Lima Galvão e Rafael Alves Frade (ex aequo)

TUBA

1º – Bruno Alexandre Ferreira Cruz

VENCEDORES ABSOLUTOS

ESCALÃO INFANTIL

Flauta Transversal – Matilde Conde da Silva Carolino

ESCALÃO JUVENIL

Flauta Transversal – Leonor Magalhães Silva

Trompete – Filipa Morgana Rebelo Rodrigues

ESCALÃO JÚNIOR

Flauta Transversal – Leonor Dias Soares

ESCALÃO SÉNIOR

Bombardino – José Pedro Lima Galvão

Bombardino – Rafael Alves Frade

PRÉMIO D.ª MARIA ALDINA FERNANDES VALENTE

Flauta Transversal – Beatriz Tavares Ribeiro

Trompete – Rodrigo Ferreira Gomes

____
(Re)Veja a cerimónia da 15.ª edição do Concurso Internacional de Instrumentos de Sopro

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Leia também

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS