Joaquim Jorge reeleito com vitória histórica. PS elegeu seis vereadores

Maioria absoluta reforçada na Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, maioria na Assembleia Municipal de Oliveira de Azeméis, e maioria na Assembleia de Freguesias. O conto de fadas do PS que há quatro anos conquistou o poder pela primeira vez.

0

O Partido Socialista fez história há quatro anosao conquistar pela primeira vez, em democracia, a presidência da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, e nestas estas eleições autárquicas voltou a conseguir um resultado histórico por ter ter eleito mais um vereador. Apesar de Joaquim Jorge ter perdido 207 votos nesta sua reeleição, quando comparado com as eleições de 2017, em termos percentuais subiu quatro pontos, de 53% para 57%; e viu a principal oposição a descer mais de quatro pontos percentuais mesmo tendo-se coligados com o CDS-PP. Em 2017 os dois partidos tinham conquistado 14096 votos, e agora em 2021 somaram 10806 votos (é uma quebra de 3290 votos).

Publicidade

O PS conseguiu igualar o recorde do PSD em termos de maioria de executivo camarário. Os sociais-democratas elegeram seis vereadores no segundo mandato de Ápio Assunção, de 2005 a 2009, e agora foi a vez dos socialistas obterem o mesmo número.

+Ler mais: Os resultados da eleição para a Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis

O discurso de vitória e a festa de arromba

Joaquim Jorge entrou na sede do PS de Oliveira de Azeméis já com a vitória garantida, e foi recebido com aplausos pelas dezenas de militantes e simpatizantes presentes no espaço. E foi já na sede que viveu as emoções de ter sido informado de forma oficial a eleição de um sexto vereador.

A festa era de arromba, com brindes e esvoaçar de bandeiras constantes, e com buzinadelas dos carros oriundos dos vários cantos do concelho que percorreram todas as principais artérias da cidade. Os resultados assim o permitiam. A eleição de um sexto vereador, maioria na Assembleia Municipal, a conquista de sete das 12 Assembleias de freguesia, e a sensação de que, neste capítulo, o resultado não foi mais expressivos “por muito poucos votos” em duas freguesias (Ossela e Macieira de Sarnes).

O discurso de vitória só aconteceu no primeiro minuto de segunda-feira, dia 27 de setembro. No púlpito estavam Joaquim Jorge; o novo presidente da Assembleia Municipal, Amaro Simões, e os seis vereadores eleitos: Rui Luzes Cabral, Inês Lamego, Hélder Simões, Ana Filipa Oliveira, e Rogério Ribeiro.

O discurso de vitória de Joaquim Jorge, reeleito presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis

“Que grande vitória”, começou por dizer o presidente reeleito, sublinhando, no entanto, mais à frente que “o grande vencedor da noite foram os oliveirenses”. Já no final de discurso, que durou cerca de dez minutos, Joaquim Jorge voltou a dirigir-se aos oliveirense. “Hoje é um dia de extraordinária alegria. Há quatro anos apresentamos aos oliveirenses uma visão e um sonho de futuro para o nosso concelho. Nós queríamos transformar o nosso concelho num dos melhores concelhos do país para viver, investir e trabalhar, pedimos aos oliveirenses que renovassem a confiança neste projeto político e os oliveirense não podiam fazer de forma mais clara. Por isso as minhas últimas palavras são para os oliveirenses que depositam em nós um capital de esperança que vamos certamente honrar”, declarou.

Pelo meio projetou o futuro. “Espera-nos quatro anos de um trabalho intenso, de um trabalho árduo, mas um trabalho que valerá a pena porque estamos a fazer o nosso melhor para desenvolver neste território”, disse. Também enviou uma mensagem à oposição. “É importante que tenhamos uma oposição que acrescente valor. Uma oposição que tenha projetos, que tenha alternativas, que nos ajude a refletir muitas vezes com questões que vamos ser confrontados para resolvermos os problemas dos oliveirenses”, disse.

Em declarações ao Azeméis.Net, o presidente reeleito começou por dizer que esta nova vitória tem o sabor a “alegria, entusiasmo, e satisfação de dever cumprido”.

E acrescentou: “Nós trabalhamos muito durante estes quatro anos: procuramos honrar a confiança dos oliveirenses, procuramos criar condições para que os quatro anos sejam verdadeiramente mobilizadores e transformadores e é isso que vai acontecer seguramente. Vamos ter um concelho completamente diferente nos próximos quatro anos e aquilo que eu desejo é que todos estejam disponíveis para colaborar nestes projetos”.

O novo mapa autárquico

Ao Azeméis.Net Joaquim Jorge admitiu que tinha confiança na vitória do PS para a Câmara Municipal e para a Assembleia Municipal, mas que não esperava uma vitória tão expressiva na eleição para as Juntas de Freguesia. Conseguiram tirar duas aos partidos de direita – Carregosa e a União de Freguesias de Nogueira do Cravo e Pindelo -, e manter a maior União de Freguesias do concelho, Cucujães, Fajões, São Roque e São Martinho da Gândara,

A conquista da Junta de Freguesia de Carregosa, um habitual bastião dos partidos de direita, foi uma surpresa para a candidata, Constança Melo, e para a estrutura socialista. A maior apreensão residia no resultado da União de Freguesias de Oliveira de Azeméis, Santiago de Riba-Ul, Ul, Macinhata da Seixa e Madaíl. Houve quem admitisse que ao longo da noite sofreu com este resultado. Foi talvez por este facto que Manuel Alberto Pereira tenha recebido uma das maiores ovações da noite quando chegou à sede da concelhia política do Partido Socialista.

O abraço de Joaquim Jorge a Manuel Alberto Pereira na hora da vitória

+ Ler mais: Os resultados detalhados da eleição para as Assembleias de Freguesia do concelho de Oliveira de Azeméis

Assim ficou o novo mapa autárquico do concelho de Oliveira de Azeméis: sete Assembleias de Freguesia conquistadas pelo PS, três pela coligação “Pelas Pessoas” e duas pelos independentes.

AZEMÉIS.NET é o jornal online de Oliveira de Azeméis (criado em agosto de 2019) pensado em promover o que de melhor se faz no concelho. É um projeto que olha para o território, e a nossa gente, pela positiva e que quer puxar pelo orgulho oliveirense. Procuraremos ser a pegada digital para demonstrar que Azeméis é realmente vida... e que somos vivos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui