Helga Correia denuncia que protocolo da autarquia com o Estado para a construção da GNR de Cesar foi ultrapassado

Helga Correia lembra que o protocolo assinado entre o Estado e a autarquia de Oliveira de Azeméis para a construção do novo GNR de Cesar foi assinado em abril de 2020, e que o prazo para o início das obras era de dois anos.

0
Projeto do novo posto da GNR de Cesar

A deputada oliveirense do PSD, Helga Correia, reclamou um aditamento ao protocolo entre o Estado e o Município de Oliveira de Azeméis com vista à construção do posto da GNR de Cesar. Numa intervenção na discussão, na especialidade, do Orçamento do Estado para 2022, a parlamentar social democrata reiterou a premência de garantir condições de trabalho aos militares daquele posto.

Publicidade

A preocupação de Helga Correia foi manifestada perante o ministro da Administração Interna e da secretária de Estado Isabel Oneto, que conhece a realidade, pois visitou o posto em fevereiro de 2017. A parlamentar social democrata exigiu dos governantes a inclusão do posto territorial da GNR – que vem trazer mais dignidade aos utentes e militares, que servem dois concelhos, mais de 18 mil pessoas – de Cesar na nova lei de programação das infraestruturas e equipamentos das forças de segurança 2022-2026.

As novas instalações estão projetadas para um terreno junto ao estádio do Mergulhão, naquela vila, sendo que o projeto de execução estará a cargo do Município, em parceria com o Ministério da Administração Interna. “Será um investimento grande e importante para Oliveira de Azeméis” – vincou Helga Correia na audição ao ministro, recordando que o projeto de execução foi concluído e enviado, em janeiro de 2022, ao Ministério da Administração Interna.

“Acontece que existe um ponto no protocolo assinado que diz que o ‘protocolo caduca automaticamente se no prazo de dois anos, a contar da data da sua assinatura não se iniciarem as obras de construção do posto territorial da Guarda Nacional Republicana de Cesar’.  O protocolo foi homologado em abril de 2020, querendo isto dizer que os prazos protocolados com a autarquia estão ultrapassados” – sublinhou a deputada do PSD, manifestando a sua preocupação e defendendo um aditamento ao protocolo assinado com a autarquia de Oliveira de Azeméis, com vista ao prolongamento do prazo dos dois anos.

AZEMÉIS.NET é o jornal online de Oliveira de Azeméis (criado em agosto de 2019) pensado em promover o que de melhor se faz no concelho. É um projeto que olha para o território, e a nossa gente, pela positiva e que quer puxar pelo orgulho oliveirense. Procuraremos ser a pegada digital para demonstrar que Azeméis é realmente vida... e que somos vivos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui