Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2024
Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2024

Contas 2022. “Mais um ano de propaganda, e baixíssima execução”, dizem os vereadores do PSD.

> Oposição destaca "baxíssima execução", destacando, como crítica, o aumento de saldo de gerência da autarquia nos últimos quatro anos.

Se o executivo socialista proclamou “saúde financeira” nas contas referentes ao ano transacto, para os os vereadores do PSD, 2022 foi mais um ano de propaganda e baixíssima execução. Em comunicado os três vereadores sociais-democratas, Carla Rodrigues, José Campos, Carla Rodrigues, e Joana Ferreira, lembraram que entre 2019 e 2022, o saldo de gerência da câmara passou de 14 para 35 milhões de euros (ver tabela), lamentando que com tanto dinheiro acumulado, o excedente não tenha sido aplicado em progresso.

“Tivemos um saldo de gerência recorde de mais de 35 milhões de euros e esse dinheiro ficou nos cofres da câmara sem a mesma ter sido capaz de investir nas necessidades do concelho, algumas de urgente resolução”, argumentam. 

Publicidade

Os vereadores do PSD alegaram que essas verbas deveriam ter sido aplicadas na recuperação de uma rede viária com “níveis de degradação inaceitáveis”, e acentuaram a incapacidade de investir em zonas industriais, “com consequências graves para a nossa economia”, habitação e parque escolar. “É falta de gestão rigorosa e de um projeto sustentável para Oliveira de Azeméis”, criticam. 

Acrescentam que o executivo socialista “poderia ter aceite a proposta do PSD de baixar a comparticipação dos oliveirenses no IRS, mas também isso não foi feito”, o que contribuiu para que “só em impostos diretos a câmara tenha recebido, em 2022, mais dois milhões de euros” do que em 2021. 

“Em mais de cinco anos e meio de governação, o executivo do PS anunciou um parque urbano, uma praça maior, uma oficina de artes, um fórum municipal, e, de concreto, ainda nada está concretizado e o que temos são derrapagens no prazos e grandes derrapagens nos valores orçamentados – em alguns casos de milhões de euros”, enfatizam os autarcas sociais-democratas. 

Com nota de que “a câmara tinha previsto para o concelho um investimento de 20 milhões de euros em capitais próprios, tendo investido pouco mais de 8 milhões de euros“. Por isso questionam: “Onde está o rigor da gestão?”.   

___
Saldos de gerência da câmara municipal de Oliveira de Azeméis nos últimos quatro anos

2019€14 milhões
2020€20 milhões
2021€29 milhões 
2022€35 milhões

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Uma resposta

  1. Penso que a disponibilidade financeira deverá permitir o asfaltamento da maior parte das ruas da cidade e atribuir aos antigos combatentes ligados aos conflitos de Angola, Guiné, Moçambique,Índia e Timor a gratuidade de aparcamento nos estacionamentos sitos nas ruas da cidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Leia também

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS