Segunda-feira, 4 de Março de 2024
Segunda-feira, 4 de Março de 2024

Os números que fizeram a autarquia revelar  “saúde financeira” nas contas de 2022

> Presidente da Câmara municipal destaca os bons indicadores financeiros e de volume de investimento.

A câmara municipal de Oliveira de Azeméis proclamou que as contas de 2022 revelam “saúde financeira”, melhor prazo de pagamento e menos dívida. Os documentos sobre a gestão foram aprovados tanto em reunião de câmara como em assembleia municipal, com o voto favorável da maioria socialista, mas em ambos os casos receberam votos contra o PSD (e do Bloco de Esquerda na reunião do órgão deliberativo do concelho”.

O presidente da autarquia salienta que o volume do investimento da câmara passou de 10,4 milhões de euros em 2021 para 14 milhões de euros no ano passado, em paralelo com a redução da dívida pública, que, tendo diminuído 826 mil euros em 2022, está agora em sete milhões, face aos 7,9 milhões do ano anterior.

Publicidade

Joaquim Jorge realça ainda a redução substancial do prazo médio de pagamento a fornecedores, que no ano transato foi de 19 dias, quando em 2021 era de 39 e em 2020 chegava aos 62.

“Este relatório de gestão apresenta excelentes indicadores financeiros e de volume de investimento, mostrando que estamos no caminho certo e que somos uma câmara de boas contas e com saúde financeira”, sublinha Joaquim Jorge.

Outros aspectos positivos apontados pelo executivo socialista são o resultado líquido positivo de 12,8 milhões de euros, um aumento anual de 15 milhões de euros em ativos municipais, e uma receita que totalizou 49,7 milhões de euros, enquanto a despesa ficou pelos 42,8 milhões.

O executivo camarário destaca outros dados sobre o desempenho de 2022, assinalando que os subsídios correntes e de capital atribuídos às juntas de freguesia totalizaram mais de 1,2 milhões de euros, que os apoios a instituições sem fins lucrativos chegaram aos 1,5 milhões, e que houve uma redução considerável dos encargos anuais com eletricidade, combustíveis e iluminação pública, que passaram de 1,7 milhões em 2017 para um milhão em 2022.

Na reunião de assembleia municipal em que foram discutidas as contas de 2022, Joaquim Jorge revelou ainda que o seu executivo previa um défice económico-financeiro para 2022 inferior a 17,5 milhões de euros, tendo a execução económica gerado um superávit de mais sete milhões de euros. 

“Temos consciência do muito que ainda falta fazer, mas temos muitos orgulho no caminho trilhados e temos, sobretudo, a enorme ambição de sermos um dos melhores concelhos do país para viver, investir e trabalhar”, enfatizou o chefe de executivo em comunicado.

___
Números a reter

€15 milhões

Valor dos ativos municipais 

€ 14 milhões

Volume de investimento da câmara municipal, que supera os 10,4 milhões de euros de 2021

€ 7 milhões 
Valor da dívida da autarquia em 2022. Houve uma diminuição de de 826 mil euros

€ 7 milhões

Valor do superávit da autarquia na execução económica durante o ano de 2022. Diferença entre o valor da receita, de 49,7 milhões de euros, e o valor da despesa, de 42,8 milhões de euros.

19

Prazo médio de pagamento a fornecedores,  em número de dias

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Leia também

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS