Quarta-feira, 7 de Dezembro de 2022
Quarta-feira, 7 de Dezembro de 2022
Publicidade

AMTSM irá lançar concurso internacional para requalificação das duas ETARS do concelho no valor de € 16 milhões

Publicidade

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, Joaquim Jorge, revelou em conferência de imprensa que a AMTSM (Associação de Municípios de Terras de Santa Maria) irá revogar o contrato de 4 milhões de euros que previa melhoramentos nas ETARS de Ossela e do Salgueiro, em Santiago de Riba-Ul, e que está a ultimar um projeto para a sua requalificação e que, em breve, será lançado um concurso internacional. Está previsto um investimento de 16 milhões de euros.

“Estamos, neste momento, a ultimar o projeto todo e queríamos desta vez fazer o trabalho bem feito, porque aquele que aconteceu no passado foi que o concurso que foi adjudicado não teve sucesso, aliás estamos neste momento numa fase de revogação desse concurso, e queremos lançar um concurso que permita uma requalificação efetiva das nossas ETARS. O concurso anterior previa um conjunto de investimentos na ordem dos 4 milhões de euros na requalificação das nossas ETARS e dos nossos emissários, e nós estamos agora a falar numa verba que é quatro vezes superior a esta”, revela o edil oliveirense.

Publicidade

Esta será uma requalificação profunda. É objetivo do presidente da autarquia tornar as duas ETARS mais modernas e mais capacitadas. “Percebe-se claramente do que estamos a falar. No concurso anterior tivemos meros paliativos que não resolviam o problema, de todo, e neste momento estamos a falar não só na atualização das ETARS, mas também no aumento da sua capacidade de tratamento, e, portanto, estamos a falar de investimentos completamente diferentes que preparão as nossas ETARS para o futuro. Preparão as nossas ETARS para receberem as águas residuais que vão resultando deste aumento das taxas de cobertura da nossa rede de água e saneamento”, conclui.

A revelação da requalificação das ETARS vem na sequência do anúncio do investimento de 6 milhões de euros no aumento da rede de água e saneamento, tal como já aqui escrevemos. Esta obra estará ao cargo da ANMSP que, na qualidade de entidade gestora da rede de tratamento de águas residuais em “alta”, é responsável pelos procedimentos em curso, nomeadamente a revogação do contrato e o lançamento de novo concurso público internacional para a requalificação das ETAR’s e dos respetivos emissários com o intuito de resolver, capacitando estas infraestruturas para o eficaz tratamento dos efluentes.

Pode ver a revelação de Joaquim Jorge sobre a requalificação das duas ETARS clicando na tecla play do vídeo que se segue:

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Relacionados

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS