Azeméis tem uma taxa de crescimento populacional negativa. “Está a ser feito o início de um caminho de reversão desta situação”, diz presidente.

O concelho de Oliveira de Azeméis perdeu 0,15% da sua população em 2019, segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística. O presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis diz que "está a ser feito é precisamente o inicio de um caminho de reversão desta situação de perda de população".

0
O concelho de Oliveira de Azeméis contabilizava 66 011 habitantes no último dia de 2019
Concelho População residente em 31/12/2019Taxa de Crescimento
Oliveira de Azeméis66 011– 0,15%
São João da Madeira21 958+ 0,9%
Vale de Cambra21 327– 0,34%
Arouca20 720– 0,68%
Santa Maria da Feira138 636+ 0,08%
Espinho 29 516+ 0,11%
Vila Nova de Gaia300 472+ 0,18%
Gondomar165 985+ 0,21%
Porto216 606+ 0,61%
Matosinhos175 357+ 0,56%
Valongo138 971+ 0,9%
Vila do Conde79 899+ 0,4%
Trofa38 418+ 0,25%
Santo Tirso68 055– 0,24%
Póvoa do Varzim62 784+ 0,44%
Fonte: Anuário Estatístico Regional de 2019 do Instituto Nacional de Estatística (INE)

Os dados estatísticos regionais relativos ao ano 2019 apresentados pelo Instituto Nacional de Estatística mostram que o concelho Oliveira de Azeméis teve uma quebra de 0,15% no seu número de habitantes. No dia 31 de dezembro de 2019 estavam contabilizados 66 011 habitantes. Oliveira de Azeméis, juntamente com Vale de Cambra, Arouca, e Santo Tirso, foram os únicos municípios, dos 15 que compõem a Grande Área Metropolitana do Porto, a terem uma taxa de crescimento populacional negativa.

Publicidade

O Azeméis.Net pediu ao presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, Joaquim Jorge, uma reação a estes dados estatísticos. O autarca refere que o município está a tentar inverter o caminho através de um conjunto de políticas públicas ambiciosas e inovadoras.

“O Município de Oliveira de Azeméis tem vindo a perder população nas últimas décadas, sendo essa a consequência, entre outras causas, das politicas publicas que foram sendo seguidas no nosso concelho. O que está a ser feito é precisamente o inicio de um caminho de reversão desta situação de perda de população, através de um conjunto de políticas públicas ambiciosas e inovadoras que tornem o nosso território mais atrativo, competitivo e sustentável. A requalificação do espaço publico, a criação de espaços verdes e de lazer, a criação de zonas pedonais e cicláveis e a fomentação de hábitos de vida saudáveis, a disponibilização de equipamentos culturais e desportivos, a requalificação da rede viária, a resolução do problema do saneamento e a proteção do ambiente, aposta estratégica numa educação de excelência, são apenas algumas das muitas áreas, entre outras, onde estamos neste momento a intervir”, começa por dizer.

Joaquim Jorge aponta também a redução do IMI para a taxa mínima (0,3%) como o melhor exemplo de uma medida que irá ajudar a estancar a perda da população do concelho de Oliveira de Azeméis. “Um caminho que é estruturado com um conjunto de medidas de apoio social e económico, como o Vale Educação, o Apoio à Natalidade, apoio ao arrendamento, os apoios disponíveis para apoio ao empreendedorismo, etc, de que a redução do IMI para a taxa mínima é talvez o melhor exemplo de uma das medidas que foi recentemente implementada e que é absolutamente fundamental para o reforço da atratividade do território e da sua capacidade para atrair e fixar pessoas”, conclui.

SÃO JOÃO DA MADEIRA NO TOPO DE CRESCIMENTO DA GRANDE ÁREA METROPOLITANA DO PORTO

Analisando os concelhos vizinhos de Oliveira de Azeméis, chama atenção o crescimento populacional em São João da Madeira. Este concelho, que tem agora 21 958 habitantes, ocupa o terceiro lugar da Grande Área Metropolitana do Porto como o que teve maior percentagem crescimento populacional, igual aos concelhos de Maia e Valongo (+,0,9%).

De resto, a tendência é de manutenção ou de descida. Santa Maria da Feira teve uma ligeira subida (0,08%) e tem 138 636 habitantes, enquanto Vale de Cambra e Arouca tem uma quebra ainda mais acentuada do que o concelho Oliveira de Azeméis (-0,34% e -0,68%, respetivamente).

AZEMÉIS.NET é o jornal online de Oliveira de Azeméis (criado em agosto de 2019) pensado em promover o que de melhor se faz no concelho. É um projeto que olha para o território, e a nossa gente, pela positiva e que quer puxar pelo orgulho oliveirense. Procuraremos ser a pegada digital para demonstrar que Azeméis é realmente vida... e que somos vivos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui