Quinta-feira, 13 de Junho de 2024
Quinta-feira, 13 de Junho de 2024

As três empresas dominadas por empresários oliveirense que se destacam na economia do concelho de Estarreja

O ADN empreendedor e industrial dos empresários oliveirense destaca-se também fora de portas. Há três empresas que devido à falta de oferta tiveram de procurar lugar fora dos limites do concelho de Oliveira de Azeméis. É o caso da Joluce (do grupo Moldoplástico), a Sinuta e a Natigam que estão instaladas no Ecoparque Empresarial de Estarreja, e que constal da lista das 30 melhores empresas do concelho de Estarreja.

A Sinuta, empresa focada nas telecomunicações, é liderada por Diamantino Nunes, conhecido no concelho como o homem do leme da Associação de Melhoramentos Pró-Outeiro. Ocupa o 12.º lugar do ranking das maiores empresas do concelho de Estarreja (que representa o ligar n.º 264 na lista das melhores empresas de Aveiro), com base nos dados estatísticos da Iberinform Portugal, e referente ao exercício de 2019. Esta empresa teve um volume de negócios de 12,7 milhões de euros no ano de 2019, contrastando com os 18 milhões de euros de 2018, o que representa uma quebra de 25% de faturação. Por outro lado, o resultado líquido de 2019 cifra-se nos 241 mil euros, quando em 2018 tinha sido de cerca de 58 mil euros, representando uma subida de 319%.

Publicidade

No 13.º lugar do ranking das melhores empresas de Estarrreja está a Joluce, a empresa do grupo Moldoplástico dedicada aos plásticos, com um registo de volume de negócios na ordem dos 10,7 milhões de euros em 2019 (aparece em 317.º lugar na listagem das empresas do distruto de Aveiro). O administrador é Carlos Silva, que ocupa o mesmo cargo na empresa de moldes do concelho de Oliveira de Azeméis, e viu a crescer a faturação e mais de 4,89% quando comparado com os 10,2 milhões de euros de 2018. O resultado líquido da Joluce em 2019 ficou-se pelos 110 mil euros, o que representa uma quebra de 56,97% face a 2018. Neste ano o resultado foi de quase 258 mil euros.

Por fim, a Natigam Plásticos, propriedade de António José Silva, presidente da Cerciaz. Ocupa o 28.º lugar das melhores empresas do concelho de Estarreja (está em 904.º ligar a nível distrital) ao ter registado um volume de negócios de 3,66 milhões de euros, um aumento de 8,60% relativamente ao ano de 2018, em que se tinha registado transações na ordem dos 3,3 milhões de euros. O resultado líquido da Natigam em 2019 foi de 48 mil euros, o que representa mais 14 por cento relativamente a 2018 (o resultado neste ano foi de quase 42 mil euros).

Da esquerda para a direita, os empresários Diamantino Nunes, Carlos Silva e António José Silva

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Leia também

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS