Segunda-feira, 4 de Março de 2024
Segunda-feira, 4 de Março de 2024

As melhores dicas para organizar um guarda-roupa infantil

> Todos sabemos que um ambiente de arrumação fomenta uma mente calma, livre de preocupações; esta filosofia estende-se, por sua vez, aos espaços dedicados às crianças.

Manter o guarda-roupa dos seus filhos organizado pode afigurar-se-lhe como uma tarefa particularmente hercúlea, dado o seu crescimento contínuo, já para não falar da sazonalidade associada às diferentes estações do ano; no entanto, se colocar em prática algumas boas estratégias, poderá transformar uma qualquer situação caótica num oásis organizacional.

Posto isto, passemos a explorar algumas das melhores práticas para organizar o guarda-roupa dos seus filhos, de acordo com os conselhos dos peritos de lojas de roupa infantil de renome.

Publicidade

1.     Coloque-se no lugar deles

Lembre-se de que as crianças não são pequenos adultos – aquilo que funciona para si em termos de organização do seu guarda-roupa não tem de necessariamente funcionar para os mais pequenos.

Comece por colocar peças de roupa ao nível dos olhos dos seus filhos, bem como ao seu alcance – isto é algo que promove a sua independência e que faz com que vestirem-se se torne mais simples, simultaneamente fomentando um sentido de responsabilidade sobre os seus pertences.

2.     Separe as peças de acordo com a época

O guarda-roupa de uma criança varia drasticamente consoante as estações do ano; no verão, são necessários fatos de banho, calções e/ou sandálias, enquanto o inverno impõe a necessidade de usar casacos, cachecóis e botas.

Deixe o vestuário da estação do momento em destaque e mantenha as peças extemporâneas ocultas; assim, o guarda-roupa permanecerá arrumado e encontrar as roupas adequadas será muito mais fácil.

3.     Proceda a uma divisão por categorias

Segmente o guarda-roupa por zonas distintas, mediante os diferentes tipos de peças e acessórios; a título de exemplo, esta operação poderá ser tão simples quanto separar todo o vestuário por camisolas, camisas ou t-shirts, calças ou calções, roupa interior e calçado.

Atribuir cores a cada uma destas secções poderá tornar a escolha de vestuário da parte dos seus filhos ainda mais simples, de modo que estes saibam exatamente aquilo por que procuram.

4.     Opte pela verticalidade

Muitas vezes, o espaço vertical de um guarda-roupa fica por utilizar, pelo que pode maximizar a área de armazenamento disponível ao acrescentar prateleiras ou organizadores adicionais,

perfeitos para arrumar brinquedos, livros ou aqueles adoráveis sapatinhos que parecem multiplicar-se da noite para o dia.

5.     Doe as peças mais antigas

As peças que já não servem aos seus filhos ou que estes raramente vestem podem ocupar espaço demasiado valioso num guarda-roupa infantil; a remoção regular destas peças libertará esse mesmo espaço para que possa reocupá-lo com novos tesourinhos.

Habitue-se a reavaliar os conteúdos do guarda-roupa dos seus filhos com alguma frequência ao longo do ano e doe tudo aquilo que já não lhes servir.

6.     Proceda à rotulação

Os rótulos não se destinam apenas a materiais de escritório – podem também ser maravilhosamente utilizados no âmbito do processo de organização de um guarda-roupa infantil.

O recurso a rótulos colados sobre caixas de arrumação ou cestos não só mantém tudo arrumado, como também ajuda a que os seus filhos saibam exatamente onde devem guardar cada peça.

A rotulação visual pode funcionar como uma ferramenta lúdico-didática para crianças mais pequenas que estejam ainda a aprender a ler.

7.     Torne o processo divertido

Por último, não se esqueça de fazer de todo este procedimento organizacional algo de desfrutável; utilize organizadores coloridos, rótulos divertidos e permita que os seus filhos contribuam para a concretização desta tarefa – desta forma, será bastante mais provável que venham a manter tudo arrumado e que inclusivamente sintam orgulho do primor conferido ao seu espaço pessoal.

8.   Em conclusão

A organização de um guarda-roupa infantil não tem de ser encarada como algo de entediante e complexo – pelo contrário, com um pouco de planeamento e criatividade, terá a capacidade de criar um espaço funcional e amigável que fará com que a rotina diária dos seus filhos decorra com maior tranquilidade e se torne mais prazerosa.

Assim, da próxima vez que se deparar com um autêntico mar de roupa ao nível dos joelhos, lembre-se destas dicas e deixe-se inspirar pela sua loja de roupa infantil favorita, na qual poderá igualmente encontrar todos os recursos de que necessitar.

No fim de contas, um guarda-roupa bem organizado constitui o primeiro passo para a manutenção de uma vida também ela devidamente organizada, ordenada e estruturada.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Leia também

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS