O PCP de Oliveira de Azeméis emitiu um comunicado onde manifesta “preocupação com a situação da trabalhadora da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Oliveira de Azeméis” recentemente despedida (pode ler aqui a notícia), por considerar que “as condições de prestação da atividade por pessoas com doença oncológica não podem ignorar as suas especificidades”.

Publicidade

A concelhia dos comunistas em Oliveira de Azeméis garante que “intervirá a fim de poder contribuir para a resolução do problema, comprometendo-se, nomeadamente, a dar conhecimento ao Grupo Parlamentar”. Para este partido, refere o cumunicado, “a fragilização dos vínculos, condições e/ ou relações laborais resulta, entre outros fatores, da desvalorização do trabalho, que conduz a legislação promotora da vulnerabilidade do(a) trabalhador(a)“.

A finalizado, o partido conclui o documento dizendo que “prosseguirá este objetivo de forma geral e em todos os momentos em que se exija uma intervenção urgente, como parece suceder neste caso acima referido de Oliveira de Azeméis.A concelhia do PCP de Oliveira de Azeméis”.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui