Sábado, 3 de Dezembro de 2022
Sábado, 3 de Dezembro de 2022
Publicidade

Militante do PS demite-se e expõe mal-estar no partido por falta de candidatura na União de Freguesias de Pinheiro, Travanca e Palmaz

Publicidade

A não apresentação de uma candidatura do PS na União de Freguesias de Pinheiro da Bemposta, Travanca e Palmaz, aliado ao anúncio do apoio do partido à candidatura da lista independente de Susana Mortágua (ex-CDS/PP) criou mal-estar dentro das hostes socialistas, e resultou em pelo menos numa demissão. O Azeméis.Net já tinha recebido em julho algumas denúncias anónimas sobre a guerra interna dentro PS de Oliveira de Azeméis, mas ela foi tornada pública nos últimos dias por um militante… agora demissionário. Nuno Jesus, membro da Assembleia de Municipal durante este último mandato, e uma das figuras de destaque do partido no Pinheiro da Bemposta, colocou o dedo na ferida e revelou que a decisão de não candidatura, por parte da liderança da concelhia local “circunscrita neste particular a um número reduzido de dirigentes” , terá sido tomada “nos primeiros meses deste ano, pois foi comunicada já como irreversível em reunião de secretariado da Comissão Política Concelhia em 20 de março“.

O autarca e socialista revela que foi o único do Partido Socialista a votar contra a decisão de apoiar o grupo de independentes, liderado por Susana Mortágua, à União de Freguesias de Pinheiro da Bemposta, Travanca e Palmaz, e revela mesmo que a decisão da Comissão Política Cocelhia do PS foi tomada sem que os militantes tenham sido consultados os socialistas com ligações a estas três freguesias. E os dois que foram ouvidos não tiveram hipótese de fazer alterar a decisão já tomada. “Antes da reunião de 20 de março foram ouvidos apenas dois, que mesmo manifestando discordância foram claramente confrontados com a irreversibilidade da mesma decisão”, revela.

Publicidade

Nuno Jesus revela ainda que o principal objetivo invocado nos argumentos usados pela Comissão Política do PS foi o de fragilizar a coligação PSD/CDS-PP: Os argumentos invocados cingem-se à continuação do projeto político concelhio (como se uma lista do PS pudesse pôr em causa o mesmo!), ao suposto bom trabalho do atual executivo da UF baseado apenas no bom relacionamento com o executivo municipal (seria muito mau para as populações se assim não acontecesse!) e a fragilização da “concorrência”, nomeadamente a coligação PSD/CDS. Na minha opinião este último objetivo foi o mais vincado e conseguido pois aquela coligação não conseguiu apresentar candidatura. Pena é que se tenha fragilizado os socialistas locais e isso é latente”.

Toda esta realidade levou à demissão de Numo Jesus. “Eu, de consciência tranquila e em coerência com as posições tomadas em sede própria e em várias “sedes privadas”, apresentei a minha demissão dos órgãos políticos concelhios em 25 de Julho, passando à condição única de militante de base do Partido Socialista português.Seguirei em frente, atento e vigilante para com a minha comunidade sem abdicar da minha liberdade e intervenção cívica sempre que achar pertinente”, revelou.

O mal-estar foi também evidenciado na página oficial do Partido Socialista de Oliveira de Azeméis, na partilha de uma crónica escrita pela presidente da Assembleia Municipal de Oliveira de Azeméis, Helena Santos, durante este último mandato.

PS terá tentado silenciar vozes discordantes

Artur Costa, outro socialista ligado à União de Freguesias de Pinheiro da Bemposta, Travanca e Palmaz, junta-se ao coro de críticas à decisão do Partido Socialista de Oliveira de Azeméis. E afirma mesmo que há que queira, dentro do partido, silenciar as vozes discordantes sobre este tema. “Verdade e conhecimento dos factos, sem mordaça.Penso que é o que o Nuno pretende, e acho que todos os socialistas da União de Freguesias. Só que o Nuno tem coragem.O Nuno, tal como eu, queremos muito que o Joaquim Jorge vença estas eleições, e não tenho dúvidas que faremos muito mais para que isso aconteça, do que muitos dos que nos querem silenciar.Sempre com verdade, porque a verdade é que o Joaquim Jorge é a melhor solução para o nosso concelho”, escreveu nas redes sociais.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Relacionados

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS