Quarta-feira, 29 de Novembro de 2023
Quarta-feira, 29 de Novembro de 2023

Literacia em Saúde. Quando deve procurar um urologista?

Literacia em Saúde, por Diogo Gil Sousa, Urologista na Clínica CUF São João da Madeira e no Centro Hospitalar Universitário de Santo António.
Facebook
Twitter
Email
WhatsApp
Diogo Gil Sousa, Urologista na Clínica CUF São João da Madeira e no Centro Hospitalar Universitário de Santo António.

A Urologia é uma especialidade médica centrada no diagnóstico e tratamento de doenças do sistema urinário masculino e feminino, que engloba rins, bexiga e uretra, sendo também responsável pelo diagnóstico e tratamento de patologia dos órgãos reprodutores masculinos.

O urologista é o médico que diagnostica e trata problemas urinários como infeções e incontinência, pedras nos rins, sintomas urinários, neoplasias do trato urinário, rins e próstata, bem como diversa patologia genital masculina.

Esta especialidade médico-cirúrgica, estende a sua área de atuação desde a colheita de história clínica com o doente, a realização de eventuais exames complementares de diagnóstico específicos da Urologia, e a capacidade de intervir cirurgicamente nas patologias que assim o exijam. Esta abrangência permite estabelecer uma forte relação de confiança médico-doente, sendo que o urologista acompanha o doente nas diversas etapas do seguimento da sua patologia.

Entre os principais procedimentos realizados, estão o tratamento cirúrgico da próstata – com uma ampla disponibilidade de estratégias terapêuticas minimamente invasivas ajustadas à patologia e às características do doente -, cirurgia endoscópica laser de pedras nos rins, cirurgia de incontinência urinária, entre outras. 

A vigilância da patologia prostática é de especial relevância no homem atendendo à prevalência do tumor da próstata (tumor maligno mais frequente no homem) e à importância do diagnóstico precoce, onde os tratamentos terão nesta fase um excelente potencial curativo e com menor morbilidade.

Neste âmbito, as recomendações atuais para início de uma vigilância de patologia prostática sugerem uma primeira avaliação aos 40 anos, sendo que a frequência e o tipo de seguimento posterior irão depender de uma análise ao sangue conjugada com o exame físico masculino.

Neste mês de sensibilização para a saúde do homem, conhecido como “movember”, nunca é demais relembrar para a importância da prevenção e diagnóstico precoce das doenças que mais afetam os homens. Em caso de dúvida, consulte o seu médico.

 * Urologista na Clínica CUF S. João da Madeira e no Centro Hospitalar Universitário de Santo António

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Relacionados

Os melhores exclusivos

No posts found

Os mais populares