Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2024
Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2024

Liga 2. UD Oliveirense 1 x 2 SC Farense (final)

> Jogo a contar para a 28.ª jornada da Liga 2.

A UD Oliveirense perdeu por 2-1 contra o SC Farense, a contar para a 28.ª jornada da Liga 2. A vantagem da equipa orientada por José Mota surgiu, na primeira parte, contra a corrente do jogo. O golo foi marcado Cláudio Falcão, aos 21 minutos, após a marcação de um canto.

Na segunda parte a equipa de Oliveira de Azeméis conseguiu chegar ao empate através de uma grande penalidade marcada por 62 minutos, colocando, no momento, justiça no resultado. Cinco minutos depois o SC Farense voltou a conseguir a vantagem através (mais uma vez) de uma bola parada. Muscat foi o autor do golo.

Publicidade

A partir deste momento, a equipa orientada por José Mota voltou a ter como objetivo principal defender o resultado. A UD Oliveirense voltou a tomar conta do jogo, criando mais algumas situações de golo que não tiveram a finalização mais eficaz.

28.ª jornada | 14 abril
Estádio Carlos Osório

Árbitro: João Gonçalves, auxiliado por Álvaro Mesquita e Ângelo Carneiro
UD Oliveirense: Ricardo Ribeiro, Volnei, Filipe Alves, Serginho Andrade, Jaiminho, Michel Lima, Rodrigo Borges, Ibrahima, Raniel, Serginho, e Maga; Nuno Silva, Pimenta, Pedro Graça, Kazu Miura, Pedro Marques, Zé Leite, Nuno Valente, Jonata Bastos
Treinador: Gonçalo Pereira
SC Farense: Ricardo Velho, Muscat, Marcos Paulo Lucas, Cristian, Matheus Oliveira, Pastor, Cláudio Falcão, Abner, Gonçalo Silva, Marco Matias; Defendi, Robson, Sapara, Elves Balde, Diogo Viana, Rui Costa, Talocha, Vítor Gonçalves e Pedro Henrique
Treinador: José Mota
Ação Disciplinar: cartão amarelo: Filipe Alves (31 ‘), Ibrahima (77′); Muscat (36′), Marco Matias (57’)
Golos: Cláudio Falcão (21′), Serginho (62′, g.p), Muscat (67′).



Publicidade
Publicidade
Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Uma resposta

  1. O primeiro golo do Farense foi de livre lateral e não de canto. Remate rasteiro para o meio da floresta de pernas em frente á baliza e os deuses do futebol fizeram o resto.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Leia também

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS