Segunda-feira, 5 de Dezembro de 2022
Segunda-feira, 5 de Dezembro de 2022
Publicidade

Helena Santos, presidente da Assembleia Municipal: “Não há vírus que mate o pensamento e as emoções”

Publicidade

25 de abril de 2020. As comemorações da conquista da Liberdade foi diferente. No Largo da República, em frente à Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, o hastear da bandeira nacional, que marcou o arranque das comemorações, estiveram quatro músicos da Banda de Fajões que entoaram o hino nacional (ver vídeo na parte de cima deste artigo), a presidente da Assembleia Municipal de Oliveira de Azeméis, Helena Santos, o presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, Joaquim Jorge, um representante de cada partido com assento na Assembleia Municipal – Brunão Aragão, do PS, Carlos Costa Gomes, do PSD, e Jorge Pereira, do CDS-PP – e Manuel Alberto Pereira , presidente da Junta de Freguesia de Oliveira de Azeméis, Ul, que representou todos os presidentes de juntas de freguesia do concelho.

Foram comemorações diferentes do habitual. Como constacta Helena Santos, presidente da Assembleia Municipal, foi um dia que “se sentiu a liberdade limitada”, isto depois de vários anos a comemorar este dia com festa e ligação com pessoa.

Publicidade

A presidente do órgão máximo do município teve mesmo o discurso mais emocionante no dia que se comemora a Liberdade. Diz Helena Santos que “não há vírus que mate o pensamento e as emoções”, declaração que pode ouvir clicando na tecla play do vídeo que se segue.

©CMOA

Veja também mensagem do presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, Joaquim Jorge, sobre as comemorações do 25 de abril publicada na página de Facebook do município.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Relacionados

Os melhores exclusivos

No posts found

Os mais populares