Terça-feira, 27 de Setembro de 2022
Terça-feira, 27 de Setembro de 2022
Publicidade

Hastear da Bandeira Azul na Praia Fluvial da Mâmoa marca início da época balnear

Pelo segundo ano consecutivo, a Praia Fluvial da Mâmoa foi distinguida pela ABAE – Associação Bandeira Azul da Europa com a Bandeira Azul, símbolo de qualidade que distingue aquela praia fluvial do concelho de Santa Maria da Feira pela nota positiva alcançada em vários critérios, nomeadamente na educação ambiental, na qualidade da água balnear, na gestão da praia, nos serviços e na segurança, demonstrando que é possível a coexistência entre desenvolvimento local e respeito pelo Ambiente.

Publicidade

Na ocasião, Emídio Sousa, presidente da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, reafirmou o seu orgulho neste espaço privilegiado de lazer, “um dos grandes ativos da freguesia de Milheirós de Poiares, mas também de todo o concelho de Santa Maria da Feira”. A Praia Fluvial da Mâmoa é hoje o resultado de um importante trabalho da Câmara Municipal “na requalificação do espaço público e na construção e tratamento da rede de saneamento básico, onde a Indaqua tem tido um papel importante”, frisou o autarca, acrescentando que “o Ambiente depende sempre dos nossos comportamentos e, por isso, apelo à consciência ambiental de todos”.

No momento posterior ao hastear da bandeira, Teresa Carvalho, representante da APA – Agência Portuguesa do Ambiente, confessou que, este ano, a praia está ainda mais bonita, o que denota “o empenho e a preocupação da Câmara Municipal em acautelar a qualidade desta praia, mas também a aposta da autarquia na valorização e divulgação de todo o seu património natural e ambiental. Teresa Carvalho reforçou, no entanto, que devemos ter todos a obrigação de cumprir com os requisitos necessários ao longo de toda a época balnear.

“Recuperação de Ecossistemas” é o tema que o Programa Bandeira Azul escolheu para este ano, alinhado com a Assembleia Geral das Nações Unidas que declarou 2021-2030 como a década para a recuperação dos ecossistemas. Ao promover a recuperação de ecossistemas degradados contribui-se para a proteção da biodiversidade, para a melhoria da saúde e bem-estar, para a mitigação, a resiliência, a adaptação às alterações climáticas, entre outros.

Com uma área de 2 hectares, a Praia Fluvial da Mâmoa dispõe de infraestruturas de apoio, nomeadamente, bar, posto de primeiros socorros, sanitários, parques de estacionamento com zonas reservadas a pessoas com deficiência e parque para bicicletas.

Durante a época balnear, que termina a 31 de agosto, a APA – Agência Portuguesa de Ambiente realiza análises à qualidade da água, de 15 em 15 dias, sendo os resultados disponibilizados no site da Câmara Municipal, em www.cm-feira.pt, nos painéis informativos da praia e também na aplicação Info Praia.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Relacionados

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS