“Propomos criar o prémio Cidadania, uma distinção anual de uma personalidade ou instituição”

O novo presidente da Assembleia Municipal de Oliveira de Azeméis, Amaro Simões, eleito nas últimas eleições autárquicas avançou com cinco propostas que irão guiar o seu mandato nos próximos quatro anos.

0

Amaro Simões eleito presidente da Assembleia Municipal de Oliveira de Azeméis nas últimas eleições autárquicas, avançou com cinco propostas que irão guiar o seu mandato nos próximos quatro anos “no sentindo de afirmar, valorizar e promover a Assembleia Municipal”. A novidade é a proposta da criação do Prémio Cidadiania, “uma distinção anual de uma personalidade ou instituição oliveirense, que se tenha destacado na promoção da cidadania dos seus valores”, revelou o autarca.

Publicidade

Haverá atenção aos mais jovens com a realização de uma assembleia temática por agrupamento de escolas, “num formato adaptado ao contexto educativo, com particular destaque aos jovens estudantes do Ensino Secundário, pré-eleitores”. Ainda dentro do capítulo das assembleias temáticas, Amaro Simões sugere a realização de algumas “dedicadas a temas relevantes para o concelho, fomentando a participação de especialistas e dos cidadãos.

Outra das novidades anunciadas pelo novo presidente da Assembleia Municipal prende-se com “divulgar, após cada Assembleia, uma informação resumo das principais deliberações, permitindo aos cidadãos um acesso facilitado às decisões tomadas”. Durante os próximo quatro anos é objetivo de Amaro Simões “manter a realização de, pelo menos, uma Assembleia Municipal em cada Freguesia ou União de Freguesias”.

No exercício para o cargo que foi eleito, Amaro Simões afirma que procurará “corresponder com uma presidência da Assembleia Municipal exercida de forma leal, livre e isenta, com o maior respeito pelos valores da Democracia e da pluralidade de opiniões”. E acrescenta: “Com a colaboração e ajuda de todos, não me desviarei dos valores que, desde sempre, formataram a minha vida: Lutar por causas justas, respeitar as minorias, considerar as maiorias, fazendo prevalecer sempre os ditames da minha consciência, informada da Lei e do bom senso”.

Adaptação do Regimento da Assembleia Municipal

O novo presidente da Assembleia Municipal diz que pretende ser, antes de mais, um coordenador deste órgão deliberativo, e que exercerá as funções deliberativas e fiscalização do poder executivo, de acordo com a Lei geral e o Regimento. Durante o próximo mandato a Assembleia Municipal de Oliveira de Azeméis terá a representatividade de cinco partidos polóticos: PS, PSD e CDS-PP que concorreram coligados nas últimas eleições, Bloco de Esquerda e Chega.

“Tendo em conta uma maior pluralidade de partidos representados, saberemos adaptar o Regimento desta Assembleia de modo a acolher e acomodar a sua maior abrangência diluída para a esquerda e para direita”, afirmou.

Tomada de posse de Joaquim Jorge, presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis reeleito nas últimas eleições autárquicas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui