Aprovado regulamento para as bicicletas partilhadas na cidade. Isenção de taxas até ao início de 2022

Autarquia investiu quase sete mil euros na aquisição de 30 bicicletas convencionais e 30 estações. Tudo indica que os equipamentos estarão disponíveis ainda este ano, e a utilização será gratuita até, pelo menos, o final do mês de dezembro.

0

Na última reunião de executivo camarário foi aprovado o regulamento de uso partilhado das 30 bicicletas convencionadas adquiridas no verão do ano passado, tal como noticiamos aqui. Este regulamento diz, por exemplo, que a utilização das bicicletas é permitida a pessoas com idade igual ou superior a 14 anos, sendo que os utilizadores com idade inferior a 18 anos poderão utilizar o serviço desde que apresentam termo de responsabilidade assinado por pais ou encarregados de educação. A utilização das bicicletas também está restrita a área geográfica composta pela União de Freguesias de Oliveira Azeméis, Santiago de Riba-Ul, Ul, Macinhata da Seixa e Madaíl. O horário de funcionamento será de segunda a sexta-feira (exceto feriados), entre as 09h30 e as 17h30.

Publicidade

No documento também estão espelhados os custos de utilização. Serão disponibilizados dois tipos de cartões: o cartão de utlizador frequente e o cartão de utilizador ocasional. O primeiro terá um custo de 30 euros, e no segundo será cobrar um euro por cada hora de utilização. Este preço foi calculado tendo em conta o investimento de perto de sete mil euros na aquisição de 30 bicicletas e 30 estações.

Estes valores só serão cobrados a partir de 2022, por proposta dos vereadores do PSD na última reunião de executivo camarário e aceite pelo executivo camarário. A proposta de taxa zero apresentada pelos sociais-democratas foi justificada pelo facto “de numa fase inicial ser necessário começar a incutir hábito do uso de bicicleta e incentivar o uso das bicicletas pelos oliveirenses e por quem visita o concelho”.

AZEMÉIS.NET é o jornal online de Oliveira de Azeméis (criado em agosto de 2019) pensado em promover o que de melhor se faz no concelho. É um projeto que olha para o território, e a nossa gente, pela positiva e que quer puxar pelo orgulho oliveirense. Procuraremos ser a pegada digital para demonstrar que Azeméis é realmente vida... e que somos vivos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui