Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2024
Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2024

APIP vai instalar delegação Norte no Centro de Negócios de Loureiro

> O acordo a ser formalizado entre a Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis e a Associação Portuguesa da Indústria de Plásticos será, inicialmente, por um período de cinco anos. 
A APIP voltará a ter delegação na zona Norte do país. O espaço será no Centro de Negócios da Área Empresarial de Ul-Loureiro.  
A APIP voltará a ter delegação na zona Norte do país. O espaço será no Centro de Negócios da Área Empresarial de Ul-Loureiro.  

A última reunião de setembro do executivo camarário confirmou a manchete da edição de junho (número 15): o Centro de Negócios de Loureiro acolherá a Delegação Norte da Associação Portuguesa da Indústria de Plásticos (APIP) num futuro próximo.

A minuta do acordo que será celebrado entre o município de Oliveira de Azeméis e a APIP foi aprovado por unanimidade. Trata-se da autorização por parte do executivo camarário da cedência da sala 1 do Bloco 2, com uma área de 87,15 metros quadrados,  para acolher a Delegação Norte da APIP.  O acordo é válido por um prazo de cinco anos, a contar a partir da data de assinatura do protocolo, e será renovado automaticamente pelo período de um ano. 

Publicidade

Com este acordo, a APIP, que tem sede em Lisbia, voltará a ter escritórios na zona do Norte. “Já tivemos uma delegação no Norte, mas foi encerrada. Voltaremos a reabrir uma delegação no concelho de Oliveira de Azeméis”, afirma ao azeméis.net fonte ligada à associação. 

Para já, ainda não há nenhuma data anunciada para a inauguração da Delegação Norte da Associação Portuguesa da Indústria de Plásticos.  Esta associação tem como suas associadas algumas empresas do concelho como são a Simoldes Plásticos, Inplas e Polisport.

O município de Oliveira de Azeméis olha para esta realidade como uma oportunidade de implementar a estratégia municipal que assenta também na promoção do cluster “Engineering&Tooling” associado ao projeto da Área de Acolhimento Empresarial de Ul-Loureiro.

Para a autarquia oliveirense, a criação deste tipo de redes “aumenta exponencialmente a visibilidade perante investidores e facilita a troca de boas práticas, seja na promoção do desenvolvimento empresarial, seja na sua gestão, sendo necessário promover a articulação com entidades associativas e de apoio a empresas com vista à criação de sinergias, confluindo as atividades individuais e empreendendo ações conjuntas de promoção da inovação, competitividade e empreendedorismo do concelho de Oliveira de Azeméis”.  

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Leia também

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS