Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2024
Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2024

Presidente da UD Oliveirense diz que futuro da equipa profissional de hóquei em patins passa pela formação

> "Isto vai culminar no aproveitamento de jogadores para equipa principal", disse Horácio Bastos na cerimónia de homenagem da autarquia oliveirense aos novos campeões nacionais de sub-19.

A equipa campeã nacional de sub-19 em hóquei em patins foi homenageada pela Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis no auditório da Biblioteca Ferreira de Castro. O presidente da UD Oliveirense aproveitou o momento para enaltecer um projeto que começou há três anos, em plena pandemia, e que “tem sido criticado por muitos”. Também disse ter a certeza que, nos próximos tempos, as equipas de formação da modalidade irá continuar a dar mais alegrias ao clube. Com a conquista do primeiro título nacional da formação oliveirense, Horácio Bastos também falou sobre a estratégia futura do clube.

“Queremos contratar o mínimo de jogadores fora do país. Teremos alguns bons jogadores de Oliveira de Azeméis, com alguns bons jogadores de outras partes do país, e depois, tal como aconteceu no basquetebol com jogadores norte-americanos, teremos um jogador espanhol, um argentino, um italiano hipoteticamente, que são os países onde se joga hóquei em patins”, informou.

Publicidade

Nesse futuro (próximo), desvenda o dirigente, estarão muitos jogadores da formação do clube. “Isto vai culminar no aproveitamento de jogadores para equipa principal”. , revelou. Dirigindo-se aos jovens atletas campeões nacionais, Horácio Bastos prometeu que as portas da equipa sénior estão abertas. “Dediquei-se, trabalhem, porque a vossa porta está aberta. Vocês têm a oportunidade de estar a competir numa das melhores equipas de hóquei em patins do mundo”, afirmou.

Publicidade
Publicidade
Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Uma resposta

  1. Aproveitar ao máximo a “prata da casa”, como que à moda antiga, será o melhor projeto para o futuro da modalidade em Oliveira da Azemeis, pois está por demais provado que, quando os títulos estão em disputa contra os chamados grandes, a balança acaba por cair, sempre, para o lado dos clubes com mais peso na modalidade!

    Assim sendo, para quê investir “forte e feio” quando se sabe de antemão que os resultados finais acabam por serem sempre os mesmos? E não há volta a dar-lhe, por muito que isso custe!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Leia também

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS