Oliveira de Azeméis é uma das inspirações de “Outras Paragens”, livro assinado por Eça de Queirós

O concelho de Oliveira de Azeméis foi também retratado por Eça de Queirós.

0

O livro “Outras Paragens – Uma Pequena Antologia” é publicado na coleção “Terra Incógnita”, da Quetzal, dedicada à literatura de viagens. Oliveira de Azeméis é um dos cenários geográficos desta obra.

Publicidade

Como destaca Francisco José Viegas na nota de abertura do livro, as personagens de Eça de Queirós viajam, no presente ou no passado, “o autor viaja” e vários romances queirosianos são “atravessados por viagens e evocações de viagens”, de Lisboa até Sintra, de Lisboa a Paris, da capital francesa até Tormes, no Douro, ou de Oliveira de Azeméis e Ovar até Lisboa.

Esta antologia, dividida entre textos de ficção e, uma outra, que inclui textos jornalísticos, crónica e correspondência, tem excertos de “A Relíquia” (1887), “Os Maias” (1888), “Correspondência de Fradique Mendes” (1900) e “A Cidade e as Serras” (1901).

Além de escritor, Eça de Queirós foi também diplomata, com colocações em Bristol e Newcastle, no Reino Unido, Havana, em Cuba, e Paris, onde morreu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui