Terça-feira, 27 de Setembro de 2022
Terça-feira, 27 de Setembro de 2022
Publicidade

Obras nas Piscinas Municipais cobertas já começaram. Equipamento só abre em setembro

Obras de requalificação demorarão dois meses, avança o presidente da autarquia.

As piscinas municipais de Oliveira de Azeméis  estão fechadas há mais de meio ano, tendo provocado alterações substanciais no dia a dia de quem frequenta este equipamento, por terem sido obrigados a procurar outras soluções, que em alguns casos resultou, apurou o Azeméis.Net, na saída para concelhos vizinhos.

Publicidade

O equipamento foi obrigado a fechar portas devido à queda da placa de um teto falso, não oferecendo condições de segurança aos utentes. Com o encerramento, a autarquia aproveitou o momento para lançar um concurso público com o objetivo de colmatar mais algumas lacunas das Piscinas Municipais.

“Não se trata apenas de uma placa, mas sim de todo o teto que terá de ser recuperado, e irá também proceder-se a pinturas”, disse Joaquim Jorge numa reunião de executivo camarário em fevereiro de 2022, altura em que foi lançado o primeiro concurso público por um valor de 110 mil euros.

O concurso ficou deserto, tal como ficou o seguinte. Só ao final de três concursos públicos é que a obra irá avançar. “Apesar dos esforços desenvolvidos por este executivo para que a reparação das piscinas acontecesse rapidamente, foi necessário lançar três concursos para que finalmente  tivéssemos uma empresa concorrente que irá, dentro em breve, iniciar a obra. Apelamos à compreensão dos utilizadores, a quem apresentamos as nossas desculpas pelo transtorno causado”, respondeu o executivo camarário ao Azeméis.Net após ter sido questionado sobre o assunto.

As obras entretanto já começaram, tal como documenta a foto que publicamos, mas o presidente da autarquia informou, entretanto, em reunião de executivo camarário, que as não estarão concluídas antes de agosto. Há pelo menos dois meses de trabalho pela frente, durante os meses de junho e julho. Em agosto o equipamento está fechado, e, por isso, o prazo apontado pelo presidente da autarquia, Joaquim Jorge, é o mês de setembro. “O equipamento só estará disponível no próximo ano letivo”, informa.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Relacionados

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS