Obra em azulejo de Santo António, assinada por Carlos Mobf, será replicada

Réplica. Investimento para manter obra atual é avultado. Solução passará por construir uma réplica.

0

Oprédio onde está afixado a  obra em azulejo com a figura de Santo António, datada de 16 de maio de 1996, e projetada por Carlos Mobf baseado no Sermão de Santo António aos Peixes, de Francisco Henriques (sec XVI), irá mesmo ser demolido num futuro próximo. A intenção foi revelada pelo executivo camarário em agosto do ano passado, e a decisão prende-se com o objetivo der construída uma rotunda de forma a melhorar a fluidez de trânsito. 

Publicidade

A declaração de utilidade pública do referido prédio já foi atribuída, apurou o Azeméis.Net, e o processo encontra-se agora na fase expropriação da habitação em visível estado de degradação  situada no gaveto da Rua Manuel Alegria e Rua Frei Caetano Brandão pelo valor de 24 mil euros. 

Uma das questões que surgiu com esta decisão, levantada por Rui Lopes, na altura vereador na Câmara Municipal, e hoje líder da oposição na maior união de freguesias do concelho, prendeu-se com o futuro da obra de Carlos Mobf. Na altura foi dada a garantia de que obra seria conservada. Contudo, tudo indica que terá de ser construída uma réplica da obra.“A manutenção da obra não está em questão. O que se está a estudar é a manutenção da obra original. Alguns azulejos já estão danificados. O processo de recuperação, bem como de remoção dos azulejos da parede é um investimento muito avultado. A solução passará pela construção de uma réplica”, revela o presidente da União de Freguesias de Oliveira de Azeméis ao Azeméis.Net

*Artigo publicado na edição número 4 do jornal Azeméis.Net

AZEMÉIS.NET é o jornal online de Oliveira de Azeméis (criado em agosto de 2019) pensado em promover o que de melhor se faz no concelho. É um projeto que olha para o território, e a nossa gente, pela positiva e que quer puxar pelo orgulho oliveirense. Procuraremos ser a pegada digital para demonstrar que Azeméis é realmente vida... e que somos vivos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui