Jovem oliveirense que está a dar a volta ao mundo ferido em acidente nos EUA

Desafio de André Sousa corre o risco de não ser concretizado.

0

André Sousa, um jovem oliveirense que deseja ser o primeiro a dar a volta ao mundo em minimoto, teve um acidente de viação nos EUA e encontra-se a receber tratamento a uma lesão na coluna. Caso o seguro do camionista não assuma a responsabilidade, a viagem ficará a meio, pois não haverá dinheiro para a terminar.

Publicidade

Esta aventura de André começou em julho do ano passado, no concelho alentejano de Avis. Até ao momento, o motociclista fez mais de 40 mil quilómetros. Atravessou já 29 países.

No passado dia 11, na Califórnia (EUA), o gestor, de 25 anos, teve uma colisão na estrada e ficou com várias lesões. A mais grave é na coluna vertebral. Está, agora, a fazer fisioterapia.

O período de tratamento tem atrapalhado o orçamento do jovem. Além disso, se o seguro do camionista não assumir a responsabilidade do acidente, André acredita que a viagem ficará a meio, já que não terá dinheiro suficiente para prosseguir a tentativa de dar a volta ao mundo.

Não obstante, o jovem oliveirense, que está numa habitação da Airbnb, tem recebido alguns donativos e isso atenua a despesa com o alojamento.

Dois anos. Eis o tempo que André calcula que precisaria para dar a volta ao mundo. Contudo, devido ao fecho de fronteiras, às quarentenas obrigatórias e a outras limitações originadas pela covid-19, em 16 meses o oliveirense ainda só cumpriu metade do percurso planeado.

O jovem português documenta toda a aventura nas redes sociais. Fá-lo em perfis cujo nome é “Ride that Monkey”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui