Jorge Coelho demitido da comissão de festas de La Salette: “Isto é uma ingratidão enorme por parte do presidente da câmara”

O ex líder da comissão das festas de La Salette conta à Azeméis.NET os bastidores da sua demissão. E faz um desabafo: "As pessoas estão a meter a política no meio disto tudo".

0

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, Joaquim Jorge, anunciou durante a última reunião pública de executivo camarário (29 de abril de 2020) a substituição de Jorge Coelho na liderança da Comissão de Festas de Nossa Senhora de La-Salette já para este ano de 2020. Esta indicação consta do documento onde estão inscritos outros considerandos sobre decisões e orientações para as Festas em Honra de Nossa Senhora de La Salette para este ano, e a razão apontada para esta troca no cargo foi o facto de Jorge Coelho não ter demonstrado disponibilidade em continuar na liderança da comissão de festas por cansaço.

Publicidade

Jorge Coelho revela agora, em entrevista à Azemeis.NET, que nunca disse a ninguém que não estaria disponível para realizar as Festas de La Salette. “Se algum dia acabasse com as Festas de La Salette eu dizia antecipadamente a qualquer pessoa que estivesse na Câmara Municipal para poderem resolver a situação. Agora eu nunca disse a ninguém que não estava disponível para realizar as festas de La Salette”, afirma.

Conta também que o presidente da Câmara Municipal lhe garantiu em reunião que continuaria no cargo. “Fui chamado pelo senhor presidente da câ,ara dia 27 de fevereiro para estar numa reunião. E quando fui chamado até disse à minha mulher ‘olha é o assunto das festas’, e e eu até levei o caderno atual das festas para ter os dias os assuntos em atualização”, conta. E continua: “Quando cheguei à reunião o senhor presidente disse-me que estava a pensar em remodelar a comissão de festas. E eu disse que achava muito bem uma vez que estávamos a ter uma quebra de pessoal e que se ele arranjasse mais meia dúzia deles que era óptimo. Mas atenção para arranjar pessoal do mesmo nível do que os que saíram porque eu não estou para ser despromovido. E o que ele me disse foi: ‘ não, nem penses nisso, nós estamos à espera que continue’. E ficou de ligar mais tarde”.

Acontece que o telefonema que recebeu depois foi do vice-presidente, Rui Luzes Cabral, comunicando-lhe a sua destituição do cargo. Jorge Coelho aponta o dedo ao atual executivo por saber que entre a reunião com o presidente de Câmara e o telefona de Rui Luzes Cabral já havia outra Comissão de festas a trabalhar. “Durante essa semana já tinha um elemento, que eu sei, a abordar elementos da minha comissão para fazer equipa. Depois o vice-presidente da câmara ligou-me a dizer que me dispensava dos meus serviços para as festas”, revela.

Foi Rui Luzes Cabral (na foto à esquerda), vice-presidente da Câmara Municipal, que telefonou a Jorge Coelho (à direita), a informar que este seria dispensado do cargo da Comissão de Festas de La Salette

Jorge Coelho dedicou 12 anos da sua vida a liderar a comissão de festas em honra de Nossa Senhora de La Salette, e não era este desfecho que imaginava. “Isto é uma ingratidão enorme por parte do presidente da câmara”, diz.

Mas também olha para o lado positivo da situação. Com a atual realidade que o país atravessa, e o concelho de Oliveira de Azeméis em particular, devido ao vírus COVID-19, quem vier a liderar as festas de La Salette este ano não vai ter um trabalho fácil. “Foi um peso que me saiu das costas”, confessa.

Trabalhei 12 ou 13 anos para a comunidade oliveirense e não para qualquer instituição política. E o que me dá a impressão é que as pessoas estão a meter a política no meio disto tudo

Sobre o futuro, Jorge Coelho usa duas expressões populares. “O futuro a Deus pertence e largos dias tem 100 anos”, começar por dizer. E continua: “Não há ninguém que seja insubstituível, mas há umas pessoas que fazem mais falta do que outras . E o próprio presidente de câmara não é insubstituível. e Poderá haver eventualmente mudanças, e se eu for necessário para eventualmente continuar a colaborar como uma equipa estarei à disposição dos oliveirenses“.

Jorge Coelho termina a sua reação à sua demissão opinando que a política meteu-se nas festas de La Salette: “No fundo trabalhei 12 ou 13 anos para a comunidade oliveirense e não para qualquer instituição política. E o que me dá a impressão é que as pessoas estão a meter a política no meio disto tudo”.

Ouça as declarações de Jorge Coelho na íntegra clicando na tecla play do som que se segue:

AZEMÉIS.NET é uma magazine digital (criada em agosto de 2019) pensada em promover o que de melhor se faz em Oliveira de Azeméis. É um projeto que olha para o nosso concelho, e a nossa gente, pela positiva e que quer puxar pelo orgulho oliveirense. Procuraremos ser a pegada digital para demonstrar que Azeméis é realmente vida... e que somos vivos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui