JMS é parceira da Fundação Champalimaud no novo Centro do Cancro do Pâncreas Botton-Champalimaud

Empresa portuguesa desenvolve equipamento hospitalar inovador. Cama hospitalar com 5ª roda, poltrona de movimento elétrico e um cadeirão robótico equipam nova unidade.

0

A JMS, especializada no desenvolvimento de soluções inovadoras na área do mobiliário hospitalar e geriátrico, é uma das empresas responsáveis pelo fornecimento do equipamento do novo Centro de Cancro do Pâncreas Botton-Champalimaud

Publicidade

Localizada em Lisboa, esta nova unidade da Fundação Champalimaud é única no mundo, e tem por missão a investigaçãoo científica e o tratamento de uma doença que ameaça tornar-se, no espaço de duas décadas, na segunda causa de morte por cancro na Europa e nos EUA.

A JMS, sediada na Murtosa, Aveiro, trabalhou em conjunto com a Fundação Champalimaud no desenvolvimento e produção de uma inovadora cama hospitalar, que equipa a Unidade de Cuidados Intensivos, e que apresenta como grande novidade, entre muitas outras funcionalidades, uma 5ª roda elétrica que facilita o movimento da mesma, tornando-a muito mais leve e ágil. Tudo com o objetivo de proporcionar ao paciente e pessoal assistente o maior conforto possível.

Nos 29 quartos reservados ao internamento, a JMS e a Fundação Champalimaud colaboraram na criação de uma poltrona de movimento elétrico e de um cadeirão robótico, totalmente autónomo, que permite o transporte dos doentes dentro do quarto de internamento ou entre os diversos espaços do novo centro. 

A poltrona elétrica permite a movimentação da seção das costas e das pernas e ainda movimento de ajuda ao levantar. Na parte interior do braço dispõe, ainda, de uma mesa de apoio rebatível. 

Miguel Carvalho, Presidente do Conselho de Administração da JMS, realça a importância de integrar um projeto de referência mundial, com uma instituição que desenvolve um trabalho notável. “A parceria JMS – Fundação Champalimaud assenta no desenvolvimento tecnológico e inovação na área do equipamento hospitalar, promovendo a concepção, desenvolvimento conjunto e comercialização de equipamentos disruptivos sem paralelo no mercado”.

Para a Fundação Champalimaud “é fundamental estar na vanguarda do desenvolvimento tecnológico e encontrar parceiros no mercado capazes de inovar para que sejamos capazes de colocar ao serviço do doente novas tecnologias que possam verdadeiramente contribuir para o seu bem-estar, conforto, mobilidade e autonomia.”

Já em 2016, e no âmbito desta sólida parceria com a Fundação Champalimaud, a JMS tinha desenvolvido uma cama hospitalar com mesa-de-cabeceira sincronizada e um sofá hospitalar multifunções, que estão também disponíveis numa versão significativamente melhorada nesta nova unidade.

Os dois equipamentos foram alvo de um redesign, com alterações ao nível dos acabamentos, tornando-os mais apelativos e foram incorporados alguns complementos, como um carregador de telemóvel por indução. 

O sofá multifunções está pensado e desenvolvido para se transformar em sofá-cama para o acompanhante do paciente. Um dos braços eleva automaticamente para dar a sensação de cabeceira e um dos pousa pés transforma-se automaticamente em mesa-de-cabeceira.  

Com mais de 30 anos de experiência no desenvolvimento de soluções na área do mobiliário hospitalar e geriátrico, a JMS é uma referência na Península Ibérica quer pela enorme capacidade industrial instalada, quer pelo investimento em I&D, quer por ser a parceira de referência dos grandes players do setor.

Com operação na Europa, Marrocos e Angola, a JMS dispõe de uma unidade fabril com 11.000 m2, equipada com a mais moderna tecnologia e emprega mais de 80 colaboradores.

Fabricar uma vasta gama de produtos na área do mobiliário para a saúde, de elevada qualidade, aliando o desenvolvimento tecnológico com as preocupações ao nível da segurança e de responsabilidade ambiental é a missão da JMS.

AZEMÉIS.NET é o jornal online de Oliveira de Azeméis (criado em agosto de 2019) pensado em promover o que de melhor se faz no concelho. É um projeto que olha para o território, e a nossa gente, pela positiva e que quer puxar pelo orgulho oliveirense. Procuraremos ser a pegada digital para demonstrar que Azeméis é realmente vida... e que somos vivos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui