Segunda-feira, 24 de Junho de 2024
Segunda-feira, 24 de Junho de 2024

Hospital São Sebastião paga 150 mil euros por parto que causou paralisia cerebral de uma bebé

> Criança, hoje com 8 anos, ficou com 80% de incapacidade, sendo obrigada a utilizar uma cadeira de rodas.

O Centro Hospitalar de Entre Douro e Vouga, e ainda duas médicas obstetras e uma seguradora, vão pagar 150 mil euros a uma família de Santa Maria da por más práticas que conduziram à paralisia cerebral de uma bebé que nasceu em 2014. A noticia foi avançada pelo Jornal de Notícias.

A mãe, Maria do Céu, relata o Jornal de Notícias, foi submetida a uma cesariana após quatro tentativas de recurso a fórceps  e três manobras com ventosas. Quando nenhuma destas técnicas resultou, a jovem mãe foi submetida a uma cesariana considerada emergente. O Jornal de Notícias relata que a bebé teve de ser reanimada e entubada na unidade de cuidados intensivos neonatais, acabando por da transferida para o Hospital de São João, no Porto, devido ao agravamento do estado clínico.

Publicidade

A criança, hoje com oito anos, sobreviveu ao parto, mas foi diagnosticado, por uma junta médica, 80% de incapacidade, segundo o jornal diário, que relata que a menina não fala, não reage a estímulos e tem a mobilidade reduzida, sendo obrigada a utilizar uma cadeira de rodas.

A condenação da indemnização surge após análise do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses, depois da Ordem dos Médico terem concluído, numa primeira análise, que não havia má prática clínica, revela também o Jornal de Notícias.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Leia também

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS