Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2024
Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2024

Fatura da água irá aumentar durante os próximos três anos devido à subida do custo do tratamento dos resíduos sólidos urbanos

> A ERSUC tem um plano de aumento brutal para os próximos dois anos, que irá repercutir-se na fatura da água.

O preço por tratamento dos resíduos sólidos passará dos 29 euros/tonelada registados em 2021, para os 75,56 euros anunciados para 2024. Trata-se de um aumento de 160,3% na parcela de resíduos sólidos urbanos da fatura da água. Este aumento foi proposto pela ERSUC – Resíduos Sólidos do Centro, SA, já teve parecer positivo por parte da ERSAR (Entidade Reguladora de Águas e Resíduos). 

Durante este ano de 2022 o aumento por tornada já vai aumentar para €44,54/tonelada, valor que já foi aprovado em reunião de executivo municipal no final do ano passado. Entretanto, já foi anunciado um novo aumento para 2023 (67,57 euros/tonelada), e para 2024 (75,56 euros/tonelada).

Publicidade

Caso venha a confirmar-se esta realidade nos próximos dois anos, o aumento continuará a ser absorvido, na sua totalidade, na fatura da água dos oliveirenses. O presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, Joaquim Jorge, diz ao azeméis.net que, apesar de considerar que este será um aumento substancial para os munícipes, este é será também um aumento “incomportável” para os cofres da autarquia, impossibilitando qualquer tipo de apoio. 

Para além do aumento no item do tratamento dos resíduos sólidos, a fatura da água dos oliveirenses também irão sofrer uma pequena atualização devido à taxa de inflação, antecipou o executivo municipal na últimas reunião de executivo municipal de dezembro, informando também que  o valor do tarifário da água e do saneamento se manterá de 2021 e 2022, mantendo-se suspendo o último aumento do tarifário do saneamento e águas residuais. 

Autarquia manifesta-se contra aumento

Na última reunião de executivo municipal, Joaquim Jorge revelou que este é um assunto que está a preocupar profundamente o município de Oliveira de Azeméis, e também os restantes 35 municípios, que integram a ERSUC. 

Todos eles “reuniram-se e decidiram tomar uma posição conjunta que foi vinculada pela ERSUC, mas também reforçada com muitas comunicações que foram feitas diretamente, que para a ERSUC, quer para o ministro que tutela a área [ministro do Ambiente, Duarte Cordeiro]”, explicou o edil oliveirense.

Nos próximos tempos se saberá se esta pressão dará resultados, e se se bloqueia uma “uma operação que se traduzirá num aumento substancial para os munícipes e daquilo que é o custo para o tratamento dos resíduos que produzimos”

___

+160,3%

Percentagem do aumento do preço do tratamento dos resíduos sólidos urbanos em três anos

2021202220232024
€ 28,96/tonelada€44,54/tonelada€67,57/tonelada€75,37/tonelada
* Dados Fornecidos pela Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Leia também

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS