Farturas Couto: A tradição de todos os anos servirem as melhores farturas em Azeméis

0
As farturas Couto estarão no Parque de La Salette até ao final do mês
Farturas Couto| Especialidade: As melhores farturas do Mundo e também servem churros | Morada: No Parque de La Salette até ao final do mês de Agosto | Horário: aberto tOdos os dias entre as 12h00 às 24H00

Hoje sugiro um passeio é até um dos lugares mais queridos do concelho. Rumamos ao Parque de La Salette, lugar único, um encanto da natureza onde convivem as diferentes gerações, construído com sangue, suor e lágrimas pelos oliveirenses. Um lugar de culto e respeito onde se realiza uma das maiores romarias da Beira Litoral, as Festas em Honra de Nossa Senhora de La Salette.

E é neste magnífico parque que anualmente se instala temporariamente o Pavilhão das Farturas Couto, que produzem aquelas que são muito provavelmente as melhores farturas do mundo.

As Farturas Couto já vão na terceira geração. Quem começou esta bonita história foi a D. Firmina que passou depois ao Sr. Pires, chegando atualmente ao Sr. Firmino Pires que é afilhado da fundadora.

Muitos oliveirenses ainda se lembram da D. Firmina que estava sempre bem arranjada e com os valiosos cordões de ouro ao pescoço e muito atenta aos pormenores.

A simpatia das equipas e a qualidade das farturas mantém-se há mais de 80 anos por várias festas e romarias realizadas preferencialmente no norte de Portugal. 

A presença em Oliveira de Azeméis, no Parque de La Salette é sagrada para a gerência das Farturas Couto que também tem lugar marcado no S. João nas Fontaínhas na cidade do Porto, no Monte Crasto em Gondomar, Matosinhos e Rio Tinto.

Para satisfação dos milhares de Oliveirenses que todos os anos comem estas apetitosas farturas, o Sr. Firmino em boa hora decidiu prolongar a sua presença no Parque de La Salette.

Com uma equipa simpática e muito atenciosa que atende diariamente os clientes que querem comer no pavilhão ou aqueles que preferem levar para casa nos sacos históricos da Farturas Couto.

O segredo destas farturas passa muito pela massa feita na hora o que leva por vezes os clientes a esperarem algum tempo.

As Farturas Couto vão inovando e hoje já tem Churros e também as recheadas com morango ou chocolate.

Sempre fritas no ponto, mais ou menos tostadas, mais grossas ou finas, as farturas são feitas ao gosto do cliente e este pormenor faz toda a diferença no mundo das Farturas.

Se optar por comer no parque tem sempre refrigerantes bem frescos para a satisfação dos clientes e ainda uma oferta de vinho branco, preferencialmente verde, onde se destaca o tradicional Casal Garcia entre outros.

Os milhares de clientes que vão comer as farturas Couto interrogam-se muitas vezes como é possível com água, fermento e farinha fazer uma iguaria tão apetitosa, que polvilhada com açúcar branco em pó se tornam irresistíveis.

Para muitas pessoas ir às Festas de la Salette e não comer umas farturas é como ir a Roma e não ver o Papa.

Mesmo com as dificuldades resultantes da Pandemia Covid-19, o Sr. Firmino e a sua equipa garantem toda a segurança aos clientes mantendo o distanciamento entre mesas e cumprindo à risca os horários estabelecidos.

Na visita que fiz ao pavilhão numa destas noites quentes de verão, tive oportunidade de apreciar as longas filas dos clientes desejosos de comer uma ou mais farturas sempre feitas na hora e bem polvilhadas com açúcar fino.

Hoje não preciso de recomendar a visita porque tenho a certeza de que os habituais leitores desta crónica se ainda não foram comer as farturas vão seguramente, pois não se pode perder a oportunidade de provar aquelas que são provavelmente as melhores farturas do mundo.

As Farturas Couto já fazem parte da história de Oliveira de Azeméis e das Festas de La Salette e são poucos os oliveirenses que nunca provaram as deliciosas farturas. Repito, as Farturas Couto são provavelmente as melhores farturas do Mundo.

O (bom) aspeto das farturas Couto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui