Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2024
Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2024

Dívida do AC Cucujães está muito perto de ser liquidada e clube poderá voltar a ser considerado entidade de utilidade pública

Rogério Cavaleiro foi eleito para mais um ano como presidente da Comissão Administrativa do AC Cucujães, e revela que a dívida do clube encontra-se nos 20 mil euros, mas com possibilidade de ser reduzida para 10 mil euros nos próximos meses.
Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Rogério Cavaleiro foi reeleito no dia 24 de junho como presidente da Comissão Administrativa do Cucujães para um mandato de um ano que dura até junho de 2023. Não tendo aparecido nenhuma lista candidata à liderança, o líder do AC Cucujães decidiu continuar com o trabalho feito até agora.

A realidade financeira do clube não permite que haja órgãos sociais. “Quando fui eleito presidente da direção surgiram uma data de dívidas e penhoras que eu não sabia que existia. O clube estava numa situação que não imaginava. Não foi possível continuar com uma direção e tivemos de avançar para uma Comissão Administrativa que é responsável pelas conta de cada ano”, explica.

Publicidade

Atualmente a dívida situa-se nos 20 mil euros, “mas é possível que desça até aos 10 mil euros”, explica o Rogério Cavaleiro, avançando que está dependente da resolução “de uma situação” que pode ficar resolvida nos próximos meses.

Depois da dívida resolvida, o clube poderá ambicionar voltar a ser considerada uma entidade de utilidade pública. “Será a próxima luta. Não será fácil, mas nesse momento penso que seja mais fácil haver mais pessoas interessadas em liderar o clube”, antecipa.

Mas nesse momento, assume, Rogério Cavaleiro não será um dos candidatos. “É possível, mas não está nos meus planos”, conclui.

Publicidade
Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Relacionados

Os melhores exclusivos

No posts found

Os mais populares