Sexta-feira, 19 de Julho de 2024
Sexta-feira, 19 de Julho de 2024

Diogo Ferreira é o novo treinador do FC Cesarense e o objectivo é “subir de divisão”

> Despedido do SC Bustelo no final da última época, o técnico ficou apenas uma semana no desemprego. Aceitou o desafio do FC Cesarense, e leva consigo cinco jogadores da sua anterior equipa.

Diogo Ferreira, de 32 anos, foi convidado para ser o novo treinador do FC Cesarense apenas uma semana depois de ter comunicado a sua saída inesperada do SC Bustelo.Fui convidado pelo presidente do clube apenas uma semana depois de oficializar a minha saída do SC Bustelo. O FC Cesarense é um clube histórico de Aveiro, que tem pessoas a liderar com muita ambição e capacidade para levar o clube a altos voos. Foi uma das razões que me levaram a aceitar este convite”, diz o novo técnico da equipa de Cesar ao azeméis.net.

O objectivo para a próxima época: fazer regressar o FC Cesarense à Elite de Aveiro. “Sou um treinador ambicioso, e quero mostrar trabalho. Quero mostrar resultados. Aceitei o convite porque existem condições para subir de divisão. Este é um projeto a três anos, que é o tempo de mandato que resta à atual direção. Claro que vou ter de fazer o meu trabalho, mas o clube tem estrutura para ambicionar a outros voos”, afirma Diogo Ferreira ao nosso jornal.

Publicidade

Equipa completamente renovada

Diogo Ferreira já está a trabalhar afincadamente para a próxima época. O plantel do FC Cesarense será completamente renovado, e já há contratações formalizadas. Cinco jogadores do onze titular da equipa do SC Bustelo na época passada jogarão na próxima época com a camisola do FC Cesarense ao peito.

O novo técnico da equipa de Cesar foi ainda buscar jogadores a equipas da 1.ª Divisão Distrital, como o JD Carregosense e o AD Valonguense, para que desde cedo o clube comece o caminho rumo à subida de divisão. Também há uma aposta na formação. “Teremos três jogadores da formação do FC Cesarense na equipa sénior”, adianta Diogo Ferreira.

“Pensava que iria continuar no SC Bustelo”

Um novo clube na época 2023/2024 era um cenário impensável para Diogo Ferreira no final da época passada. Consciente do trabalho feito naquele que é o seu clube de coração, o técnico foi fechando algumas portas nas abordagens que foi recebendo.

“Fui fechando portas porque, sinceramente, após a época que eu e a minha equipa técnica fizemos no SC Bustelo, pensei que iria continuar no clube. Houve pessoas de outros clubes que me foram abordando, mas já na expectativa da minha resposta negativa por se clara a minha continuidade no SC Bustelo. Na verdade, fui fechando portas, e no final vim a saber que a direção do SC Bustelo não contava mais comigo”, esclarece o técnico em declarações ao nosso jornal.

Estar a competir esta época na 1.ª Divisão Distrital após ter conseguido a permanência do SC Bustelo no Campeonato SABSEG na última época não era algo que estava no pensamento no técnico, mas como diz o ditado, por vezes é necessário dar um passo atrás para a seguir dar dois passos à frente.

Publicidade
Publicidade
Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Leia também

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS