Segunda-feira, 5 de Dezembro de 2022
Segunda-feira, 5 de Dezembro de 2022
Publicidade

O salário de entrada da Mercadona em Portugal será de €12.410 / ano

Mercadona aumentará 11% do salário de entrada em Portugal a partir de janeiro. Esta medida vai influenciar os novos colaboradores desta grande superfície em Oliveira de Azeméis.
Eliana, colaboradora do supermercado da Alameda Silva Rocha, Aveiro
Eliana, colaboradora do supermercado da Alameda Silva Rocha, Aveiro
Publicidade

A Mercadona, empresa de supermercados que irá abrir uma nova loja em Oliveira de Azeméis no próximo ano, vai aumentar em 11% o salário de entrada dos seus Colaboradores em Portugal. A partir de janeiro de 2023, o vencimento mínimo auferido por um Colaborador da Mercadona será de 1.034 euros brutos mensais, o que representa uma diferença de 147 euros em relação ao SMN (com duodécimos incluídos).

Além deste aumento, os Colaboradores beneficiam da política de progressão salarial da empresa: um aumento de 11% anual que permite atingir um salário no valor de 1.414 euros brutos mensais (com duodécimos) num máximo de 4 anos de antiguidade. Adicionalmente recebem também um prémio anual por objetivos que corresponde a 1 salário extra, nos primeiros 4 anos, e 2 salários extra nos anos seguintes.

Publicidade

Segundo Hugo Pilar, Responsável de Benefícios e Compensações em Portugal: “A Mercadona pretende continuar a crescer em Portugal e o nosso objetivo é promover condições laborais competitivas, tanto a nível económico como na conciliação ou no desenvolvimento profissional. Para poder oferecer um serviço de excelência ao cliente, a empresa tem de contar com recursos humanos de qualidade, o que implica investir nas pessoas e oferecer condições que as satisfaçam e motivem para realizar o seu trabalho da melhor forma possível.”

O fator-chave da expansão, crescimento e evolução do Projeto Mercadona são todos os que compõem a sua equipa, que constitui o seu principal ativo. O trabalho, esforço e envolvimento diários dos Colaboradores exercem um efeito impulsionador fundamental para que a empresa seja capaz de enfrentar, em cada exercício, diferentes desafios, e continue a crescer, de forma sustentada e sustentável, num setor tão competitivo como é o retalho. Para manter este profundo nível de compromisso e o elevado rendimento do conjunto da equipa, a Mercadona mantém uma política de recursos humanos que aposta na verdade universal de “para poder receber, primeiro temos de dar”. Por isso, oferece empregos de qualidade, nos quais as pessoas podem crescer profissionalmente, num ambiente laboral estável, com salários acima da média do setor e planos de formação, tanto gerais como específicos, que permitem que continuem a desenvolver-se.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Relacionados

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS