Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2024
Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2024

Festival Dunas de São Jacinto atraiu milhares e já tem data para 2024

> "A edição do próximo ano será ainda mais especial, por forma a assinalar o ano em que Aveiro será Capital Portuguesa da Cultura", revela presidente da câmara municipal de Aveiro.
O PRIO Air Show foi um dos momentos mais espetaculares do Festival, que lotou a Avenida Marginal de São Jacinto
O PRIO Air Show foi um dos momentos mais espetaculares do Festival, que lotou a Avenida Marginal de São Jacinto

Festival Dunas de São Jacinto, que atraiu milhares de pessoas àquela praia de Aveiro, vai realizar-se nos dias 23, 24 e 25 de agosto de 2024, revelou a autarquia durante o balanço da edição deste ano. De acordo com uma nota de imprensa da câmara municipal de Aveiro, a próxima edição vai realizar-se de 23 a 25 de agosto de 2024, com um programa especial que assinala o ano em que Aveiro será Capital Portuguesa da Cultura.

“A edição do próximo ano será ainda mais especial, por forma a assinalar o ano em que Aveiro será Capital Portuguesa da Cultura. Nesse sentido, estará inserido num conjunto de ações que visam promover a riqueza natural, cultural, popular e desportiva de Aveiro, com a garantia da qualidade na oferta que já é uma marca do nosso Município”, diz Ribau Esteves, presidente da Câmara de Aveiro, citado no comunicado.

Publicidade

Segundo a nota de imprensa da autarquia, entre os dias 25 e 27 “passaram por São Jacinto milhares de pessoas que, de forma gratuita, puderam participar em momentos culturais e recreativos de grande relevância artística a nível nacional e assistir à estreia nacional de alguns projetos, num ambiente festivo, com diversas atividades para toda a família”.

O PRIO Air Show foi um dos momentos mais espetaculares do Festival, que lotou a Avenida Marginal de São Jacinto, com milhares de pessoas a assistirem ao espetáculo aéreo de acrobacias, com cerca de uma dezena de aeronaves.

Quanto à música, passaram pela Praça Carlos Roeder Pedro Abrunhosa, Irma, The Black Mamba e Mimicat, enquanto o Cais da Rampa recebeu concertos ao pôr-do-sol, com Ayom e Sónia Tavares.

Pedro Abrunhosa foi um dos artistas que passou pela Praça Carlos Roeder

A edição de 2023, que terminou domingo, “marcou uma mudança que se pretende reforçar em 2024 ao nível do seu público-alvo e também no conceito e oferta cultural disponibilizada, integrando-se de forma harmoniosa com os outros eventos que fazem parte do calendário cultural de Aveiro”, salienta o texto.

No balanço da 7ª edição do Festival, Ribau Esteves, presidente da Câmara Municipal de Aveiro, destacou “o sucesso da iniciativa e a adesão do público, bem como a contribuição para o dinamismo económico e social em São Jacinto”.

“O Festival já se afirmou como um evento único, com uma programação de grande qualidade destinada a diferentes públicos, de forma gratuita e o balanço desta edição é muito positivo, não só pelo número de pessoas que nos visitaram, mas também pela importância do evento na dinâmica económica e social de São Jacinto”, refere Ribau Esteves.

Mais de 3 mil pessoas chegaram de Ferryboat

De acordo com os dados avançados pela autarquia chegaram a São Jacinto de Ferryboat mais de três mil pessoas, que utilizaram esse meio de transporte fluvial na deslocação para o Festival.

A Câmara de Aveiro, em parceria com o operador de transporte público, “disponibilizou um circuito especial de travessias e um reforço de horários, facilitando desta forma as acessibilidades e contribuindo para a sustentabilidade do evento”.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Leia também

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS