Segunda-feira, 4 de Março de 2024
Segunda-feira, 4 de Março de 2024

Miguel Oliveira: “A manutenção é claramente um objetivo a alcançar, senão também não estaria aqui”

Saiu a meio da época passado do FC Cesarense, e regressa agora para cumprir um enorme desafio. Terá de construir uma equipa competitiva em menos de um mês.
Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Miguel Oliveira iniciou a última época no FC Cesarense, saiu a meio para o ACD Lobão, de Santa Maria da Feira, e regressa novamente a Cesar depois de ter sido convidado pela nova direção do clube, liderada por Luís Pinho.  Aceitou o convite em menos de 24 horas mesmo sabendo que tem de construir uma equipa do zero. Fica apenas com dois jogadores da época passada. Um deles é o capitão Carlitos. Os restantes jogadores saíram para outros clubes, muitos deles para o vizinho JD Carregosense. Nesta fase da época e dado a realidade do clube não pretende ter um discurso muito ambicioso, mas diz que a manutenção no Campeonato SABSEG será o objetivo mínimo a ser atingido. 

A nova equipa técnica do futebol sénior do FC Cesarense liderada por Miguel Oliveira

Sobre o regresso ao FC Cesarense, Miguel Oliveira refere resulta da “gratidão muito grande” que tem pelo clube onde passou bons momentos. “É um regresso ao Mergulhão. Deixei cá grandes amizades. Gostei das pessoas que estavam cá quer na estrutura, bem como dos adeptos. Quando fui contactado não olhei para trás, e  decidi logo aceitar o convite. Foi com muita vontade, e muito empenho, que aceitei este convite para tentar fazer  um bom trabalho”, afirma o novo técnico ao azeméis.net

Publicidade

Orçamento não chega aos € 100 mil

Falar em objetivos ainda é prematuro. “Vamos ter que fazer um um trabalho  em contra-relógio. Temos de vasculhar jogadores que ainda possam existir e serem contratados. Será um trabalho difícil. Temos consciência dessa dificuldade. À medida que formos conseguindo fechar com alguns jogadores dentro do orçamento que é possível, é que podemos começar a ter mais consciência daquilo que podemos conseguir fazer. Mas uma coisa é inegável. Vamos fazer de tudo, em todos os jogos, para conseguir conquistar os três pontos”, afirma.

O azeméis.net apurou que, devido às dificuldades económicas que o clube ainda atravessa, o orçamento que Miguel Oliveira terá à sua disposição para a época 2023/2024 rondará 100 mil euros. Este orçamento chega a ser três vezes inferiror a outras equipas do Campeonato SABSEG, que já têm os plantéis fechados, e assumem claramente a subida de divisão. 

Apesar de o novo presidente do FC Cesarense ter dito que o clube seria o último a partir para a nova temporada, mas poderia ser o primeiro a chegar, Miguel Oliveira tem um discurso mais cauteloso.”Falar agora, nesta fase, em lutar por uma subida, será utópico.Não seria realista porque conheço as equipas bem, e já estou neste campeonato há alguns anos para conhecer a realidade”, diz o técnico. “A manutenção é claramente um objetivo eh eh a alcançar senão também não estaria aqui”, conclui.

A Macron é a nova marca do equipamento da equipa de Cesar.
Publicidade
Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Relacionados

Os melhores exclusivos

No posts found

Os mais populares