Concurso deserto para a requalificação do edifício do antigo Sindicato dos Vidreiros do Norte

Anúncio feito pelo presidente da Câmara Municipal na última reunião de executivo camarário.

0

O edifício histórico onde funcionou o Sindicato dos Vidreiros do Norte,  localizado em Bustelo, propriedade do munícipio de Oliveira de Azeméis já há muitos anos, vai ser requalificado e usado como “espaço fotográfico ligado ao processo e à indústria do vidro” onde estarão por exemplo imagens dos colaboradores do centro vidreiro. O projeto para esta obra custou 10 mil euros, e é assinado pelo arquiteto Rui Lopo. A autarquia revela estar a equacionar em ter uma sala com o nome de Fernando Paúl, sendo assim uma forma de homenagear a vida e obra do fotógrafo oliveirense.

No anúncio de procedimento publicado em Diário da República no dia 28 de março, o objeto da empreitada consiste nos trabalhos necessários à requalificação do imóvel “para o transformar em Laboratório de Imagem”, o preço base foi de 146.700 euros e prazo previsto para a execução da obra é de 180 dias (seis meses).

Publicidade

Contudo, este concurso ficou deserto. Não houve empreiteiros interessados em concorrer a esta obra, adiando assim a requalificação de um edifício que, disse recentemente o presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, Joaquim Jorge, terá um papel importante na candidatura do vidro a património da UNESCO.

AZEMÉIS.NET é o jornal online de Oliveira de Azeméis (criado em agosto de 2019) pensado em promover o que de melhor se faz no concelho. É um projeto que olha para o território, e a nossa gente, pela positiva e que quer puxar pelo orgulho oliveirense. Procuraremos ser a pegada digital para demonstrar que Azeméis é realmente vida... e que somos vivos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui