Segunda-feira, 30 de Janeiro de 2023
Segunda-feira, 30 de Janeiro de 2023

UD Oliveirense presta homenagem a título póstumo a Henrique Vieira perante 1000 adeptos… em lágrimas

O presidente do clube, Horácio Bastos, entregou uma lembrança à família (a mulher Eduarda, e os filhos Filipe e ao Pedro) que compareceu propositadamente ao pavilhão para marcar presença neste momento que fez escorrer milhares de lágrimas pelos rostos de quem viveu as glórias e alegrias das equipas orientadas por Henrique Vieira.
Publicidade

A UD Oliveirense homenageou Henrique Vieira, ex-treinador da equipa de basquetebol do clube, que faleceu no início de julho. O momento não poderia ter sido o mais perfeito. Em ano de centenário, a direção escolheu o jogo UD Oliveirense x SL Benfica, a contar para a jornada 8 da Liga Betclic. Afinal foram estes os dois clubes que mais marcaram a vida profissional de Henrique Vieira. E destaque para a presença de mais de mil adeptos neste encontro, um número bastante significativo uma vez que se tratou de uma partida realizada na noite de uma quarta-feira.

O presidente do clube, Horácio Bastos, entregou uma lembrança à família (a mulher Eduarda, e os filhos Filipe e ao Pedro) que compareceu propositadamente ao pavilhão para marcar presença neste momento que fez escorrer milhares de lágrimas pelos rostos de quem viveu as glórias e alegrias das equipas orientadas por Henrique Vieira.

Publicidade

Decorria o ano de 1996 quando a secção de basquetebol da união desportiva oliveirense, então liderada por Jorge Casimiro mandatou Hermínio loureiro, para convidar Henrique vieira para treinador da sua equipa sénior.

Logo na primeira época, partindo da sétima posição na fase regular do campeonato, Henrique leva a equipa à final da liga profissional de basquetebol.

Publicidade

Seria este o prenúncio de um longo período de grandes sucessos, alimentado pelo sonho de todos nós na conquista de títulos, especialmente o de campeão nacional, finalmente concretizado cerca de duas décadas mais tarde.

Na história, para alem das incontáveis vitórias ficam a presença, sob o seu comando, em 10 finais, de onde saímos vitoriosos em 3 delas, designadamente a taça da liga em 2003 disputada em Albergaria-a-Velha, primeiro título nacional alcançado pelo basquetebol da União Desportiva Oliveirense, a taça de Portugal e a supertaça, ainda no mesmo ano.

Para além do reconhecimento no papel decisivo na projeção alcançada pela modalidade ao nível do basquetebol profissional, a direção da UD Oliveirense quis reconhecer também do seu trabalho na vertente da iniciação, com o lançamento do projeto basquetebol nas escolas, devidamente reconhecido e galardoado pela federação portuguesa de basquetebol, bem como na dinamização da formação, quer em termos quantitativos, quer qualitativos.

Em altura de homenagem, traçou-se o perfil. Henrique Vieira “foi um profundo conhecedor do jogo e um estudioso do treino, uma pessoa fascinante. Um homem de família muito respeitador que facilmente fazia amigos onde chegava”, ouviu-se no pavilhão Dr. Salvador Machado.

“Adorava ganhar, lidava mal com as derrotas, mas nunca ultrapassava os limites do fair-play e do desportivismo”, acrescentava-se.

Sublinhou-se “a forte ligação que construiu, juntamente com a sua família, à cidade e aos oliveirenses em geral, ligação essa que ainda hoje perdura e perdurará”.

Mas também se revelou algo que não foi concretizar: “Faltou, porventura, um outro sonho por concretizar, o da construção da oficina do basquetebol”.

Foto: Oliveirense Basquetebol
Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

LEIA TAMBÉM

Relacionados

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS