Azeméis Jazz & Blues: Um festival em afirmação com abertura ao talento internacional

Os momentos e as vibrações da segunda edição do Azeméis Jazz&Blues.

0
Carmen Souza, Twanguero, Myles Sanko e Elas e o Jazz foram as estrelas da segunda edição da Azeméis Jazz&Blues

Em 2021 foi lançada a semente em Oliveira de Azeméis na aposta de um festival de Jazz & Blues. Na segunda edição a organização apostou em abrir o cartaz ao talento internacional. Pelo palco d’O Caracas passou o mestre da guitarra espanhola, Twanguero; aquele que é considerado uma das  maiores revelações do jazz e do soul inglês, Myles Sanko, o grupo português Elas e o Jazz (composto por Joana Machado, Marta Hugon e Mariana Norton) desfilaram no segundo dia do festival grandes clássicos do jazz, e o evento fechou em grande com a musicalidade da cabo-verdiana Carmen Souza, numa sonoridade que pisca o olho ao World Music.

Publicidade

A aposta no talento internacional na edição deste ano prende-se com o facto, adianta Pedro Galhoz, parceiro da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis na organização do evento, de haver a vontade em que o Azeméis Jazz&Blues entre na rota dos grandes festivais de jazz e blues europeus. 

Pedro Galhoz considera que o festival está em crescendo, que passará por uma fase de maturação. A convicção da organização do evento é a de que só mantendo a qualidade de programação, que aconteceu nas primeiras duas edições, é que o festival ganhará o reconhecimento por parte do público e da crítica.

___
Veja as vibrações da 2.ª edição do Azeméis Jazz&Blues

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui