Terça-feira, 4 de Outubro de 2022
Terça-feira, 4 de Outubro de 2022
Publicidade

Busto da Condessa da Penha Longa será reposto no ano em que comemora 100 anos sobre a sua morte

Este busto da Condessa de Penha Longa foi furtado há praticamente uma década
Este busto da Condessa de Penha Longa foi furtado há praticamente uma década
Publicidade

Há quase uma década houve uma vaga de furtos de bustos pela zona Norte do país. O busto da Condessa de Penha Longa foi um deles, e era o único que faltava repor no concelho de Oliveira de Azeméis. A obra foi encomendada pela Junta de Freguesia de Cucujães ao artista oliveirense António Mota para restituir o busto no mesmo local de onde foi furtado – no jardim do Largo da Condessa de Penha Longa, em Cucujães – e desta forma celebrar o centenário do seu falecimento (17 setembro 1921), dada a importância do seu legado e reconhecimento por toda a comunidade.

Publicidade

Neste ano de 2021 comemora-se o centenário sobre o falecimento da Condessa de Penha Longa, considerada por toda a população uma figura ímpar da nossa sociedade, sobretudo em Cucujães onde foi uma grande benemérita, principalmente em prol dos mais desfavorecidos, e a sua obra persiste até hoje, sendo a parte mais visível o Asilo da Gadarinha (atual Fundação Condessa de Penha Longa).

A obra terá um custo de 7800 euros e este valor será suportado pelos familiares da Condessa de Penha Longa (2000 euros), e o restante valor em falta será pago em partes iguais pela Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis e a Junta de Freguesia de Cucujães (2500 euros cada).

O artista oliveirense António Mota e o responsável pela criação do novo busto da Condessa de Penha Longa

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Relacionados

+ Exclusivos

Os ARTIGOS MAIS VISTOS